ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Colunistas

Em Delmiro

Educação & Oportunidade

domingo, 5 de agosto de 2018

Renan Filho tem candidatura à reeleição oficializada pelo MDB

O MDB oficializou, neste domingo (5), a candidatura de Renan Filho para o Governo do Estado. Atual governador de Alagoas, ele vai buscar a reeleição tendo como vice Luciano Barbosa - que já ocupa o cargo atualmente. Para o Senado, foram oficializados os nomes de Renan Calheiros (MDB) e Maurício Quintella (PR). 

Durante a convenção, Renan Filho afirmou que sua campanha será focada nos resultados que alcançou ao longo dos últimos quatro anos, como a melhoria dos números da economia, a diminuição dos índices de violência e as melhorias na saúde.

Sobre o seu candidato a vice, Renan Filho destacou que sempre procurou consultar Luciano Barbosa ao longo do primeiro mandato e que, em todas as vezes, ele fez algo grande para Alagoas. 

Ainda em seu discurso, ele fez questão de afirmar que, durante sua gestão, Alagoas saiu da 2º para a 9° posição no que diz respeito aos estados mais violentos do Brasil. Ele disse ainda que conta com a eleição de Maurício Quintella como senador para que a construção do aeroporto de Maragogi possa se tornar realidade.

"Os alagoanos estão começando a sonhar e é isso que me motiva. Essa eleição vai eleger dois senadores, o terceiro vai disputar o governo. É muito importante que a gente eleja dois senadores. Pois é lá que se equilibra o jogo da política. Por isso a recondução do senador Renan Calheiros ao Senado é muito importante e também é fundamental a eleição de Maurício Quintella Lessa", pontuou Renan Filho. 

Sobre a disputa ao cargo, pleiteado por mais três candidatos, Renan Filho disse estar confiante e destacou que o entristecia a história de que ele ganharia por 'W.O'.
Formam a coligação junto ao MDB os partidos PTB, PDT, PT, AVANTE, PSD, PODEMOS, PR, PC do B, PRTB, SOLIDARIEDADE, PPS e PMN.

Defesa de Lula
Renan Calheiros também falou durante a convenção, destacando que contou com o apoio de Maurício Quintella em todas as oportunidades. O senador, que busca a reeleição, afirmou que Renan Filho se mostrou um grande gestor e aproveitou a oportunidade para sair em defesa do ex-presidente Lula, chamando de 'uma inadmissível perseguição' o que tem acontecido a ele.

"Esse Governo Federal é contra o Nordeste. Michel Temer é contra os mais pobres. E como disse a canção de Caetano Veloso:  'gente foi feita para brilhar e não para morrer de fome',  como eles querem. Lula se mostrou ainda mais forte, foi condenado sem provas, o juiz que o condenou disse que embora não tivesse prova iria condená-lo por convicção. Sem provas, sem fatos novos, um atentado à democracia e à constituição. Impediram até mesmo de dar entrevista. O Eduardo Cunha deu entrevista, porque o Lula não pode falar com seu povo, que o tem como o melhor presidente da República?  Quero dizer que com todas as forças vou defender a liberdade do Lula, pois não temos democracia sem o Lula", destacou.

Por: Gazeta Web

 
Copyright © 2013 Ferreira Delmiro - Seu blog de notícias e opinião.
Shared by Themes24x7Powered byBlogger