ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Colunistas

Em Delmiro

Educação & Oportunidade

sábado, 14 de julho de 2018

AL é o pioneiro do NE na concessão da aposentadoria automática, aponta INSS

Aposentadoria. Este é o sonho de todos os profissionais que trabalharam durante décadas; porém, mesmo tendo o direito garantido, enfrentam longas filas nas agências do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) distribuídas no país. Para evitar esse problema, desde maio deste ano, o serviço de aposentadoria foi incluído na Era Digital da autarquia, através de projetos desenvolvidos ainda em 2017, sendo Alagoas o estado pioneiro do Nordeste. Trocando em miúdos, o alagoano pode conseguir a tão desejada aposentadoria dentro de um intervalo de dois minutos. 

Segundo levantamento feito pelo INSS, do dia 21 de maio até o dia 11 de julho, cerca de 450 pedidos de aposentadoria foram protocolados em Alagoas, com 90 atendidos automaticamente. Deste universo, 50 foram para a aposentadoria por idade/contribuição e 40 para salário-maternidade, benefício também incluído no rol dos projetos digitais. No Brasil, 96 mil pedidos foram protocolados, sendo 8 mil para aposentadoria e 5.700 para salário-maternidade, mas em apenas um mês, já que não há, ainda, um balanço nacional até a metade de julho. 

Quem explica melhor é o assessor de comunicação do INSS em Alagoas, Marcelo Lima. Segundo ele, os que possuem 65 anos de idade (homem) ou 60 (mulher) e 15 de contribuição já garantem o direito à aposentadoria de forma automática. Antes, a carta atestando - de forma oficial - o total desligamento do trabalhador chegava dentro de 45 dias; hoje, o procedimento foi deixado para segundo plano e o trabalhador precisa apenas passar por algumas etapas online para alcançar a aposentadoria. 

"O usuário agendava o atendimento para a forma presencial, levava a documentação, que era escaneada nas agências, e o sistema redistribuía para algum servidor. Só depois de quarenta e cinco dias é que saía a concessão ou não do benefício previdenciário. A partir do dia 21 de maio, o trabalhador que não queria ir a nenhuma agência passou a acessar o ambiente online, a fazer a opção pelo serviço, acertar o valor e escolher o banco, saindo o resultado da análise feita pelo banco de dados em apenas dois minutos. A carta oficial chega em casa ou pode ser impressa após dez dias", explicou Marcelo. 

O assessor esclarece que os outros pedidos não atendidos em um intervalo de dois minutos só traduzem que o resultado não saiu na hora, o que não deixa de ser uma operação rápida e eficaz. "É importante esclarecer que estes números já são satisfatórios, porque o projeto é novo. Por algum motivo, a resposta não veio na hora, mas que o trabalhador obteve, em pouco tempo, a notícia da concessão ou não da aposentadoria". 

No caso do salário-maternidade, o procedimento também é rápido. A gestante precisa ter 10 meses ou mais de contribuição antes do parto, recebendo, assim, por quatro meses, o benefício.

Por: Gazeta Web

 
Copyright © 2013 Ferreira Delmiro - Seu blog de notícias e opinião.
Shared by Themes24x7Powered byBlogger