ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Colunistas

Em Delmiro

Educação & Oportunidade

quarta-feira, 22 de novembro de 2017

Somente 14% dos condutores alagoanos podem baixar a CNH Digital


A versão digital da Carteira Nacional de Habilitação (CNH), lançada nessa terça-feira, (21), pelo Departamento de Trânsito de Alagoas (Detran), está disponível para os mais de 82 mil condutores cujos documentos, emitidos a partir de maio, trazem no verso um código de barras bidimensional (QR Code), por meio do qual é possível fazer o cadastro no Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro) utilizando um aplicativo de celular.

Para a atual coordenadora de Controle de Condutores do Detran, Lisiane Rocha, a grande vantagem da CNH Digital é o fato de ser possível mantê-la no smartphone em formato de PDF. "Trata-se de cópia autenticada e que tem a mesma fé pública de uma documentação tradicional. Pode, inclusive, ser enviada via e-mail ou pelo aplicativo WhatsApp", explicou a coordenadora, uma das primeiras a obter a versão digital da CNH em Alagoas.

Os 82 mil condutores aptos à utilização da versão digital do documento representam pouco mais de 14% dos 570 mil habilitados pelo Detran. Para obter a versão digital, os 488 mil que circulam com a documentação antiga, mas dentro do prazo de validade, precisam desembolsar R$ 111,73, valor cobrado pela segunda via, que já é impressa com QR Code. "Quem quiser a versão digital, deve solicitar a segunda via do documento", avisa a coordenadora de controle de condutores do Detran.

NÃO CONSEGUIRAM

"Hoje, li que a CNH Digital estava disponível. Acessei a play store, baixei o app (aplicativo), fiz o cadastro no portal de serviços do Denatran, como orientado. Ao tentar acessar, recebi a informação que a minha UF (unidade da Federação) não estava habilitada para a CNH Digital", lamentou Eliane Santos, analista de sistemas que reside no bairro de Guaxuma.

O policial civil Marcos Correia também não conseguiu se cadastrar para utilizar a versão digital da CNH. "Consegui baixar o aplicativo, mas não é tão simples. Tem que ir ao Detran atualizar cadastro, pedir ativação do serviço, receber número de pin (número de identificação pessoal)", comentou o servidor público, que reside em Arapiraca, no Agreste.

É provável que o motivo para não conseguirem acessar a versão digital seja a CNH sem QR Code, detalhe que ainda não é conhecido por toda população. Para habilitar, é preciso comparecer ao Detran para cadastrar dados pessoais. 

Mesmo assim, Eliane reconhece a praticidade da novidade. "Hoje, é mais fácil esquecer a carteira em casa do que o celular. Todo mundo anda conectado. Eu mesma já esqueci a carteira em casa e tive que voltar pra pegar", comentou. Para advogada Ana Paula Ferreira, cuja CNH tem QR Code, é muito bom poder escolher entre duas opções. "Acho mais prático o documento impresso, mas sei que pode ser muito útil tê-lo na versão digital. É bom poder escolher", disse. 

Em Alagoas, a primeira CNH custa R$ 1.610,00 (R$ 1.2600 para custear a formação do condutor e R$ 350 para as taxas do Detran, incluindo a impressão do documento). "O valor devido ao CFC foi estabelecido por portaria do Detran, em 2015", explica João Batista Neto, presidente do Sindicato dos Centros de Formação de Condutores de Alagoas.

FISCALIZAÇÃO

Wanderson Freitas, assessor técnico de Trânsito da SMTT, reconhece as inúmeras vantagens da versão digital, mas adverte que os agentes de trânsito da Prefeitura de Maceió ainda não têm como conferir a autenticidade do documento, quando apresentado por algum condutor, utilizando smartphone.

"Por enquanto, vamos ter que ligar para a central da SMTT e repassar os dados do condutor. O ideal seria termos tecnologia compatível",explicou, referindo-se à liberação, em telefone funcional, de aplicativo e de pacote de dados adequados à nova situação. Atualmente, 30 dos 223 agentes estão nas ruas da cidade fiscalizando o trânsito diariamente.

Os militares do Batalhão de Policiamento de Trânsito (BPTran), que fiscalizam as vias estaduais em Maceió, devem utilizar o sistema de rádio digital para comprovar a veracidade da CNH digital apresentada pelos condutores. "Se houver suspeita de irregularidade, vamos verificar pelo rádio", explicou o major Felipe Lins, que também acredita nos benefícios da novidade.

COMO OBTER A CNH DIGITAL?

1) Baixe o aplicativo da CNH Digital nas lojas Apple Store (iOS) e Play Store (Android);

2) Faça o cadastro no Portal de Serviços do Denatran;

3) Confirme presencialmente seus dados junto ao Detran Alagoas;

4) Se já possuir certificado digital, não é necessário ir ao Detran;

5) Com dados confirmados, o código de ativação será envidado por e-mail;

6) Entre no aplicativo, use a senha de acesso do portal e digite o código de ativação;

7) Aplicativo vai pedir criação de uma senha mais simples, de quatro números.

GazetaWeb.com
 
Copyright © 2013 Ferreira Delmiro - Seu blog de notícias e opinião.
Shared by Themes24x7Powered byBlogger