ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Colunistas

Em Delmiro

Educação & Oportunidade

sexta-feira, 3 de novembro de 2017

Empresas investem em tecnologia na hora de contratar

Em tempos de desemprego, conseguir uma vaga é um grande desafio. Mas e quando a burocracia acaba estragando a festa, o que fazer?

Entre conseguir um emprego e começar a trabalhar tem uma burocracia enorme. As empresas pedem, em média, de dez a quinze documentos diferentes. Tem gente que até perde vaga porque não tem nem dinheiro para esse vai e vem levando papel. Por isso, cada vez mais, as empresas estão buscando a tecnologia para simplificar a contratação.

Uma pesquisa mostra que 36% das empresas perderam um candidato que já tinha até passado por entrevista por causa da burocracia na contratação. Mais de 40% dizem que o envio de documentos é o que mais dificulta o processo. Em 64% dos casos, a contratação leva até duas semanas.

Para a empresa, é tempo demais e para o candidato, custa caro. "Ele sente uma dificuldade ou ele não tem recursos. Ele está desempregado. Tem que lembrar que para desempregado, o recurso é mais escasso", afirma o gerente de RH da Casa do Pão de Queijo, Damião Vicente.

Para diminuir essa burocracia, muitas empresas estão investindo na tecnologia. Em uma dessas, por exemplo, tem um aplicativo para o novo funcionário se cadastrar e mandar fotos dos documentos. Toda a documentação é checada pela empresa pelo meio do próprio aplicativo.

Em dois dias, Cauiqui Silva já estava trabalhando. "Me surpreendeu. Foi tudo muito rápido. Até que foi bom, porque eu estava ansioso para trabalhar logo", disse. 

A gerente de produtos da Acesso RH, Lume Numata, disse que, para diminuir mesmo a burocracia, as empresas precisam rever a lista de documentos que pedem. "Muitas vezes tem documentos ali que são duplicados. Um exemplo é o CPF. Tem muita empresa que solicita o cartão do CPF, sendo que esse número já consta em diversos outros documentos que também precisam ser apresentados, como RG ou a carteira de motorista ou mesmo a própria carteira de trabalho", afirmou.

Um banco implantou a contratação pela internet e reduziu a quantidade de documentos na hora de contratar. O funcionário pode mandar tudo de casa. Desse jeito, o processo que demorava mais de um mês, agora leva nove dias.

"Acho que é um caminho sem volta. Sabe por quê? Porque não é o digital pelo digital. É o digital facilitando nossa vida e, se facilita, por que não aderir?", disse Vanessa Lobato, vice-presidente de RH do Banco Santander.

GazetaWeb.com
 
Copyright © 2013 Ferreira Delmiro - Seu blog de notícias e opinião.
Shared by Themes24x7Powered byBlogger