ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Colunistas

Em Delmiro

Educação & Oportunidade

quarta-feira, 18 de outubro de 2017

Complexos nutricionais serão expandidos para todo o Estado

Com apoio dos gestores municipais, os complexos nutricionais vão promover ações de educação alimentar e nutricional, com medidas preventivas de garantia da boa nutrição

No Dia Internacional para Erradicação da Pobreza, o governador Renan Filho e o secretário de Estado da Assistência Social, Fernando Pereira, assinaram, na manhã dessa terça-feira (17), convênio com as prefeituras de nove municípios alagoanos para a construção de complexos nutricionais. Renan Filho afirmou que a ideia é expandir a iniciativa, paulatinamente, para todo o Estado. 

“Vamos fazer, gradativamente, os complexos nutricionais em todas as cidades que necessitarem. Nós vamos chegar a todos os municípios, como estamos chegando com os Centros Integrados de Segurança Pública (Cisp), com o programa Força Tarefa, as escolas em tempo integral, com o Pró-Estrada, com as obras de abastecimento de água. Vamos construir um plano e abrir credenciamento para as demais cidades”, afirmou Renan Filho.

Márcio Ferreira

Segundo o governador, os complexos nutricionais chegam num momento muito importante em que o Governo Federal promove um completo desmonte da rede de proteção social, com cortes de 90% dos recursos da Assistência Social e a retirada de 21 mil beneficiários do programa Bolsa Família, só em Alagoas.

“Nós já fizemos o primeiro complexo nutricional, que serviu de modelo para todos os que vão ser construídos. Ele funciona no Distrito de Luziápolis, em Campo Alegre. Agora vamos espalhar essa iniciativa por Alagoas, que é de muita valia, sobretudo nesse momento complexo, do ponto de vista econômico, que vive o Brasil, garantindo alimentação para quem mais precisa”, declarou o Renan Filho.

Os complexos nutricionais serão construídos com recursos do Fundo de Combate e Erradicação da Pobreza (Fecoep). Serão espaços físicos aptos a garantirem o acesso a uma alimentação saudável e de qualidade para famílias em situação de vulnerabilidade social e risco nutricional.

Em Pilar, o prefeito Renato Filho revelou que existem cerca de 22 mil pessoas que vivem com apenas R$ 170 por mês, de um universo de 33.312 moradores, e destacou a importância do complexos nutricionais.

“As nossas ações e programas precisam ser focados naqueles que mais precisam. Temos um local onde fornecemos alimentação diariamente para 1.200 pessoas e, infelizmente, não tínhamos capacidade de aumentar o número de beneficiários, mas, agora, com o complexo nutricional, vamos praticamente quadruplicar a quantidade de pessoas atendidas”, afirmou o prefeito do Pilar.

Márcio Ferreira

O Fecoep disponibiliza a cada prefeitura um aporte de até R$ 350 mil para a construção do complexo nutricional. Em contrapartida, o município deve custear os utensílios e as despesas com funcionários, responsabilizando-se pela manutenção do equipamento público. Nesse primeiro momento foram contemplados os municípios de Batalha, Marechal Deodoro, Pão de Açúcar, Pilar, Santana do Ipanema, São Sebastião, Teotônio Vilela, Cajueiro e Murici.

“Os complexos nutricionais são um importante instrumento no combate à pobreza e as prefeituras estão conscientes disso. Com apoio dos gestores municipais, eles irão promover ações de educação alimentar e nutricional, com medidas preventivas de garantia da boa nutrição e proporcionar um ambiente adequado e saudável para oferta de refeições”, disse o secretário Fernando Pereira.

De acordo com ele, a aquisição de alimentos vai ocorrer por meio de chamada pública, beneficiando os agricultores familiares dos municípios atendidos. Os produtos do Programa de Aquisição de Alimentos Estadual (PAA), que será lançado pelo Governo, vão ser direcionados, prioritariamente, aos complexos nutricionais, o que aliviará os custos das prefeituras com a compra de produtos, uma vez que serão investidos R$ 15 milhões em recursos do Tesouro estadual.

Na solenidade, realizada no Salão de Despachos do Palácio República dos Palmares, o secretário Fernando Pereira e o governador Renan Filho anunciaram, ainda, a retomada, a partir do próximo mês, do programa estadual de distribuição de cestas nutricionais, que vai beneficiar cerca de 22 mil gestantes e nutrizes.

Assinaram o convênio os prefeitos de Pão de Açúcar, Flávio Almeida; de Cajueiro, Palmery Neto; de Marechal Deodoro, Cláudio Filho Cacau; do Pilar, Renato Filho; de Batalha, Marina Dantas; de Murici, Olavo Neto; de São Sebastião, José Pacheco; e as secretárias municipais de Assistência Social de Teotônio Vilela, Giselda Lins, e de Santana do Ipanema, Vera Araújo. Elas representaram os prefeitos Joãozinho Pereira e Isnaldo Bulhões, respectivamente.

Agência Alagoas
 
Copyright © 2013 Ferreira Delmiro - Seu blog de notícias e opinião.
Shared by Themes24x7Powered byBlogger