ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Colunistas

Em Delmiro

Educação & Oportunidade

quarta-feira, 6 de setembro de 2017

Após caso de meningite, visitas são suspensas em dois presídios de Maceió

   (Crédito: Reprodução)

Após um reeducando do Presídio de Segurança Máxima (PSM) ser diagnosticado com meningite meningocócica na última segunda-feira, 04, as visitas foram suspensas por 10 dias pela Secretaria de Ressocialização e Inclusão Social (Seris).
Além do PSM, a Casa de Custódia, conhecida como “Cadeião”, também não receberá visitas.
A medida, segundo o Sindicato dos Agentes Penitenciários de Alagoas (Sindapen), foi um pedido à gerência de saúde do Sistema Prisional para evitar contato de visitantes com possíveis presos contaminados com a doença.
O reeducando Medson Alexandre Borges, de 22 anos, foi encaminhado ao Hospital de Doenças Tropicais Hélvio Auto (HDT).
Segundo a secretaria, a coordenadora de Doenças Imunopreventivas da Secretaria de Saúde, Claudeane Nascimento, esteve no Complexo Penitenciário para ajudar nos cuidados e atendimento de todas as pessoas que tiveram contato direto com o reeducando.
Em nota encaminhada à imprensa, a Seris reforça que, em parceria com a Secretaria de Saúde, está trabalhando para “garantir a saúde plena de toda a população carcerária”.
Confira a nota da Seris:
"A Secretaria da Ressocialização e Inclusão Social (Seris) tem trabalhado de forma contínua para oferecer um serviço de assistência à saúde mais humanizado e efetivo para os reeducandos e servidores do sistema prisional alagoano. 
Como medida preventiva e de promoção a saúde, as visitas nos presídios Cyridião Durval e Segurança Máxima estão suspensas por 10 dias. A decisão visa garantir o bem-estar e integridade física dos custodiados, visitantes e servidores.                       
"O período de 10 dias é considerado um prazo de vigilância, para que possamos analisar se haverá algum caso secundário de meningite. Assim, minimizamos qualquer possibilidade de transmissão da doença dentro do ambiente prisional", explicou a gerente de Saúde da Seris, Larissa Vital. 
Na última segunda-feira (4), o reeducando Medson Alexandre Borges, de 22 anos, foi diagnosticado com meningite meningocócica. O apenado está no Hospital de Doenças Tropicais Hélvio Auto (HDT), recebendo os devidos cuidados da equipe médica da unidade.
A coordenadora de Doenças Imunopreventivas da Secretaria de Estado da Saúde, Claudeane Nascimento, já esteve no Complexo Penitenciário para auxiliar no trabalho de profilaxia nas pessoas que tiveram contato direto com o reeducando".

TNH1

 
Copyright © 2013 Ferreira Delmiro - Seu blog de notícias e opinião.
Shared by Themes24x7Powered byBlogger