ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Colunistas

Em Delmiro

Educação & Oportunidade

quinta-feira, 6 de julho de 2017

Em Alagoas; 60 mil famílias perderam Bolsa Família


Nos últimos três anos, o programa federal Bolsa Família teve uma queda no número de famílias beneficiárias em Alagoas. Segundo dados divulgados pela Secretaria de Avaliação e Gestão de Informação (Sagi) do Ministério do Desenvolvimento Social (MDS), foram quase 60 mil famílias que tiveram o benefício cortado no Estado, entre 2014 e 2017. Com o corte, quase R$ 134 milhões por ano deixaram de ser repassados nesse período pelo programa social.

“A renda do Bolsa Família é fonte complementar de quase metade dos alagoanos. São 400 mil famílias de um total de 980 mil famílias alagoanas. Como é um recurso quase todo dedicado à alimentação, o impacto maior é na mesa. O programa Bolsa Família, nesses doze anos, é uma das principais razões para a queda da pobreza e da miséria em Alagoas. Entre 2004 e 2015, Alagoas reduziu em 900 mil o número de pobres e em 800 mil o número de miseráveis”, explica o economista Cícero Péricles.

Além dos fatos apontados pelo economista, o programa também seria responsável por movimentar o comércio das cidades, como as feiras livres e os mercados populares dos bairros mais pobres, observa Péricles.

“Movimenta também outros canais de comercialização nas áreas habitadas pela população de baixa renda, além do combate à fome, a mais forte caraterística da miséria. Dessa forma, a redução da cobertura do programa ou o congelamento do valor pago é uma penalidade para essas famílias e para a economia. Infelizmente não há corte nos juros bancários e o público do Bolsa Família torna-

-se mais vulnerável por não reagir”, afirma.

De 2014 a 2017, foram quase 60 mil famílias alagoanas que perderam o recurso do Bolsa Família. Hoje, o valor do benefício médio mensal corresponde a aproximadamente R$ 186,00 para cada família que ainda recebe o recurso. Com a retirada de quase 60 mil famílias do programa, esses núcleos familiares deixam de receber cerca de R$ 11 milhões por mês e cerca de R$ 134 milhões por ano, segundo dados levantados pelo Sagi. Nele ainda é apontado que, atualmente, 46% da população alagoana é beneficiária do Bolsa Família.

*Sob supervisão da editoria de Cidades






GazetaWeb.com
 
Copyright © 2013 Ferreira Delmiro - Seu blog de notícias e opinião.
Shared by Themes24x7Powered byBlogger