ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Colunistas

Em Delmiro

Educação & Oportunidade

sexta-feira, 21 de abril de 2017

Bernardinho troca PSDB pelo Partido Novo e deve disputar governo do Rio

Principal aposta dos tucanos para o governo do Rio nas eleições do ano que vem, Bernardinho, ex-técnico da seleção brasileira masculina de vôlei, trocou o PSDB pelo Partido Novo. O presidente nacional do PSDB, senador Aécio Neves (MG), que é amigo do treinador, tenta reverter a decisão.
O senador Aécio Neves antes de seu discurso no Senado sobre as acusações de que teria recebido propina da construtora Odebrecht numa conta em Nova YorkMarqueteiro de Aécio assinou contrato fictício para receber por campanha do tucano, diz Odebrecht

Presidente do Partido Novo, João Amoêdo disse que Bernardinho se filiou no início do ano passado e que o projeto é lançá-lo para governador do Rio. O treinador, no entanto, ainda não se decidiu.

"Eu acho que tem muita gente no Brasil que gostaria de votar nele, não só por ser um vencedor, um formador de equipe, mas pelo cenário em que a gente precisa trazer novas lideranças para a política. Agora, é uma mudança de vida que eu sei que não é fácil para ele", disse Amoêdo.

Segundo um integrante do diretório estadual do PSDB no Rio, a desfiliação foi identificada "há uns dois meses", durante um levantamento de rotina. Aécio, que levou o técnico de vôlei para o PSDB, teria sido informado pelo presidente estadual do partido, deputado federal Otavio Leite.

Aécio tentou minimizar a baixa. "Estou certo de que qualquer projeto eleitoral que ele venha a abraçar ocorrerá em parceria com o PSDB ou, quem sabe, dependendo do que venha a ocorrer na reforma eleitoral, no próprio PSDB. Ele continua tendo conosco as melhores relações", afirmou o senador, em declaração enviada por sua assessoria de imprensa.

O presidente do Novo, porém, descartou eventual coligação com o PSDB:

"Após todo esse evento de Lava-Jato, eu acho que não é muito fácil. Pode ser que esse cenário mude daqui a um ano. A gente preza muito a imagem do partido".

A saída de Bernardinho virou um tabu no PSDB, que tentou abafar o caso, enquanto tentava trazê-lo de volta.

A assessoria de imprensa de Bernardinho disse que ele não se pronunciaria.



GazetaWeb.com
 
Copyright © 2013 Ferreira Delmiro - Seu blog de notícias e opinião.
Shared by Themes24x7Powered byBlogger