ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Colunistas

Em Delmiro

Educação & Oportunidade

segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

Governo de Alagoas quer transferir 20 líderes de facções para presídios federais

O governador Renan Filho (PMDB) pediu ao Ministério da Justiça e Cidadania vagas em presídios federais para a transferência de 20 reeducandos devidamente identificados como líderes de facções criminosas recolhidos no sistema prisional de Alagoas. A solicitação foi feita diretamente ao ministro Alexandre de Moraes e ainda está em análise, segundo o governador.
Enquanto o deferimento não acontece, o estado providenciou o remanejamento de centenas de detentos entre as unidades prisionais da capital e do Agreste. A intenção, segundo a Secretaria de Estado de Ressocialização e Inclusão Social (Seris), é evitar massacres semelhantes aos ocorridos em penitenciárias dos estados do Amazonas, Roraima e, mais recentemente, no Rio Grande do Norte.
"Estamos esperando a resposta e pode ser que precisemos solicitar algumas vagas mais. Mas, estamos fazendo uma ampla realocação de presos em Alagoas, separando por grau de periculosidade, tipo de crime e também pela facção a que ele pertence, porque essas guerras de facção no Brasil todo tem trazido instabilidade para os presídios de todo o País", comentou o governador.
Segundo ele, os presos para os quais foi solicitada a transferência pertencem a duas principais facções que atuam no sistema carcerário do Brasil. "Não queria nominá-las para não fazer propaganda. São alagoanos ou eventuais de outros estados, mas todos presos por atos cometidos aqui em Alagoas", explica.
Mudança no secretariado
Renan Filho foi perguntado sobre possíveis mudanças no secretariado, especificamente sobre a Secretaria de Saúde, mas disse que nada está definido. "É muito mais especulação, mas estamos observando todas as secretarias. Se tivermos qualquer mudança vamos comunicar. Estamos conversando com partidos que formam aliança do governo e fizemos umas modificações. Vamos fazer outras e isso é natural de governo", esclarece.
Políticos vistoriam duplicação da BR-101, trecho em Messias
FOTO: LARISSA BASTOS
Sobre as obras de duplicação da BR 101, vistoriada nesta manhã, o governador disse que elas são muito importantes, especialmente depois de terem ficado paradas durante tanto tempo. 
"Estamos muito animados para quem sabe no próximo ano, em 2018, talvez concluirmos a duplicação da BR-101 em Alagoas, o que vai significar um grande avanço para o estado, de mobilidade, de integração, de escoamento da produção, redução de custo, aumento da competitividade do estado. Isso tudo permite que Alagoas faça mais investimentos e gere novos empregos", avalia.
Renan Filho ressaltou que a duplicação deve ser entregue em 2018. Além da BR-101, segundo ele, outras obras em rodovias federais também estão sendo tocadas em Alagoas, como o asfaltamento da BR-316, que vai de Carié, em Alagoas, a Inajá, em Pernambuco.
Gazetaweb.com
 
Copyright © 2013 Ferreira Delmiro - Seu blog de notícias e opinião.
Shared by Themes24x7Powered byBlogger