ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Colunistas

Em Delmiro

Educação & Oportunidade

terça-feira, 24 de janeiro de 2017

Estudantes protestam contra transferência de escola do Cepa

Professora alega que nome de unidade será extinto; obras do eixo viário terão início na região


Estudantes e funcionários da Escola Estadual Maria Rosália Ambrózzio, situada no Centro de Estudos e Pesquisas Aplicadas (Cepa), no Farol, fizeram um protesto nesta segunda-feira (23). Eles alegam que a comunidade escolar será transferida para a Escola Estadual Professor José Vitorino da Rocha, também no Cepa, mas o nome será extinto, o que causou revolta. 

Segundo a professora Girlene Barros, a instituição tem 300 alunos com faixa etária de 6 a 9 anos e distribuídos do 1º ao 3º anos do Ensino Fundamental. Os professores foram informados sobre a transferência no dia 23 de dezembro, em decorrência das obras do eixo viário do Cepa, visando à melhoria do fluxo de veículos na Avenida Fernandes Lima e outras vias localizadas na parte alta de Maceió. 

"Isso não existe. Se querem nos transferir, que a gente vá para outro espaço dentro do Cepa, mas não para uma escola que não consegue comportar nem os próprios alunos, quanto mais os nossos. Além disso, o nome da nossa instituição será extinto, conforme nos informaram. Eu fui aluna, meus filho e netos foram também, e hoje leciono na unidade", lamentou a professora. 

Apesar do anúncio da transferência, a Secretaria de Educação não informou prazo para a liberação do espaço. Enquanto isso, a unidade está impedida de fazer matrículas de forma presencial, segundo informou Girlene. "O ano letivo começa já e não tem nem matrícula. Como é que fica a situação dos alunos que precisam retomar as atividades?". 

Devido ao clima de revolta, alunos, professores e funcionários da instituição anunciaram um protesto fazendo uso de um carro de som, pelas ruas do bairro do Pinheiro, onde boa parte da comunidade escolar reside. O manifesto aconteceu ainda durante a manhã, com faixas e cartazes. 

Girlene Barros acrescentou que uma comissão vai se reunir na próxima sexta (27), na Secretaria de Educação, a fim de encontrar outra saída para a escola. 

A assessoria de comunicação da Seduc confirmou a transferência em virtude das obras, por questão de segurança e comodidade. "É necessário este procedimento porque os alunos são pequenos, o que viria a comprometer a segurança deles. Hoje foi convocada uma reunião com os pais para explicar esta situação, mas ninguém compareceu". 

EIXO VIÁRIO

O governador Renan Filho (PMDB) e o secretário de Transporte e Desenvolvimento Urbano, Mosart Amaral, assinaram, em agosto do ano passado, a ordem de serviço para início das obras no Cepa. 

Os serviços irão proporcionar uma nova alternativa viária a quem transita entre o Centro e a parte alta da capital. O Eixo Cepa terá início no Ibama, no bairro Gruta de Lourdes, estendendo-se até as Ruas Frei Caneca e Luiz de Mascarenhas, no Farol, próximo à ladeira do Teobaldo.  

Fonte: Gazeta Web.
 
Copyright © 2013 Ferreira Delmiro - Seu blog de notícias e opinião.
Shared by Themes24x7Powered byBlogger