ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Colunistas

Em Delmiro

Educação & Oportunidade

segunda-feira, 31 de outubro de 2016

Ocupantes negam saída do Ifal Maceió e provas do Enem no local devem ser adiadas

O conselho estudantil da ocupação do Instituto Federal de Alagoas (Ifal), unidade Maceió, informou, na tarde desta segunda-feira (31), que não pretende desocupar o local, conforme solicitação do Ministério da Educação (MEC). As salas do Ifal seriam utilizadas para aplicação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), previsto para acontecer no próximo final de semana. Em Alagoas, além de Maceió, outras 14 unidades estudantis estão ocupadas e todas elas são pontos de prova. A data limite para a desocupação é às 00h desta terça-feira (1º). Caso os estudantes não deixem o local, o MEC diz que os estudantes que fariam provas nessas unidades terão que participar do exame em outra data a ser definida. 
Os estudantes ocupam as unidades em protesto contra a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 241, que fixa um teto de 20 anos paras as despesas do governo. A matéria foi aprovada na Câmara e se encontra no Senado. Os ocupantes apontam que a proposta é um ''retrocesso" para a educação pública do país. Com as ocupações, o MEC avalia o que fazer com os locais de prova.
"Ninguém até agora conversou conosco, não houve nenhum diálogo. O MEC divulgou essa data limite para a desocupação como forma de ameaçar os estudantes, coação. Como ninguém conversou com a gente até agora, nós não iremos sair. Acredito que pode ter prova aqui no local e, assim, continuaremos. Temos o direto de protesto, isso é nosso futuro", expuseram os estudantes Bruno Lopes e Pedro Lins, ambos de 16 anos.
Segundo eles, ao contrário do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), que, segundo eles, negociou sobre a utilização das seções eleitorais empregadas na disputa pelo segundo turno na cidade de Maceió, o MEC não demostrou nenhuma disposição em criar uma ponte para o diálogo. "Não queremos impedir ninguém de fazer a prova do Enem. Estamos, inclusive, realizando aulões para os estudantes. Nosso objetivo não é atrapalhar ninguém", colocaram.
Estudantes do Ifal têm aulão preparatório para as provas do Enem
FOTO: PEDRO FERRO




















Eles informaram ainda que a ocupação está sendo feita de maneira organizada e que comissões foram montadas para cuidar de diferentes setores sem danificar o patrimônio público. "Fizemos a comissão responsável pela comida; a portaria, a limpeza e outros pontos. Estamos deixando tudo de maneira organizada. Não estamos fazendo bagunça. Estamos lutando por uma causa que pode mudar o nosso futuro. Esta é a nossa bandeira", afirmaram. 
'Estamos aguardando o MEC'
A coordenadora da realização das provas do Enem em Alagoas, Maria do Rosário, declarou que o MEC até agora não definiu o que fazer com os locais que estão ocupadas no estado. Todas as 14 unidades ocupadas são utilizadas para a aplicação de prova no Enem. Segundo ela, só nesta terça-feira é que o Ministério vai normatizar as ações que devem ser adotadas diante do impasse com os manifestantes.
 As unidades ocupadas ficam em Maceió, Girau do Ponciano, Santana do Ipanema, Marechal Deodoro, duas em Delmiro Gouveia e oito em Arapiraca. 
gazetaweb.com
 
Copyright © 2013 Ferreira Delmiro - Seu blog de notícias e opinião.
Shared by Themes24x7Powered byBlogger