ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Colunistas

Em Delmiro

Educação & Oportunidade

sexta-feira, 7 de outubro de 2016

Escola de Ensino Integral entre as melhores da rede estadual no primeiro ano​ de Enem


Em um ano de vigência, o Programa Alagoano de Ensino Integral já começa a trazer bons resultados. Dados divulgados esta semana pelo Ministério da Educação (MEC) sobre o desempenho das escolas brasileiras na edição 2015 do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) mostra que a Escola Marcos Antônio foi, dentre as escolas da rede pública estadual, a segunda melhor classificada nas áreas de Redação e Linguagens, ficando atrás apenas do Colégio Tiradentes, detentor do melhor Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) da rede estadual.

"Esse resultado prova que estamos no caminho certo. Alagoas não tinha escolas em tempo integral e, em apenas dois meses de governo, inauguramos a primeira, a Marcos Antonio. Hoje contamos com 14 escolas com cursos profissionalizantes espalhadas pelo Estado e outras três de referência. E não para por aí, vamos fazer mais", diz o secretário de Estado da Educação, Luciano Barbosa.

Barbosa acrescenta que outro ponto importante foi a escolha dos gerentes regionais pelo desempenho no Ideb, o que incentiva os gestores a melhorarem cada vez mais os resultados.

Outra unidade com resultados positivos é a Escola Professor José da Silveira Camerino, localizada no Cepa, com o segundo melhor desempenho na área de Matemática e o segundo lugar geral dentre as unidades da rede estadual.

​​
Já as escolas Egídio Barbosa (Palmeira dos Índios) e Padre Aurélio Gois (Junqueiro), foram, respectivamente, as unidades da rede estadual com a segunda melhor posição em Ciências Humanas e Ciências da Natureza.
  
Investimento 

Os dados foram calculados com base no quantitativo de estudantes que participaram dos dois dias de prova, alcançaram a média exigida para a aprovação​ no Enem​
e, no ato de sua inscrição, informaram a instituição e a rede de ensino à qual pertenciam. As médias foram calculadas a partir do desempenho dos alunos nas cinco áreas de conhecimento do exame: Redação; Linguagens, Códigos e Tecnologias; Ciências da Natureza e suas Tecnologias; Ciências Humanas e suas Tecnologias; Ciências da Natureza e suas Tecnologias e Matemática e suas Tecnologias. 
  
Empenho e dedicação 
A diretora-geral da Escola Marcos Antônio, Adenilma Brandão, atribui o resultado alcançado no Enem ao empenho e dedicação de toda a equipe docente.

“A nossa equipe abraçou verdadeiramente o Projeto de Ensino Integral e intensificou o enfoque nas áreas específicas do Enem. Os professores também contam com acompanhamento contínuo dos coordenadores pedagógicos”, avalia Adenilma.

Na Escola Silveira Camerino, no Cepa, o resultado é consequência de um plano de reforço nas disciplinas de Língua Portuguesa e Matemática que abrange desde o Ensino Fundamental até o Médio. “Para as turmas da 3ª série do Ensino Médio, também estamos promovendo uma série de aulões para o Enem. O próximo acontece neste domingo aqui no Cepa e o último será às vésperas do Enem”, conta o diretor-adjunto Pedro Leite.

O resultado apresentado​ pelas escolas​ na última edição​ do exame​ também traz confiança aos estudantes que cursam o Ensino Médio. “Saber que nossa escola teve o segundo melhor desempenho da rede estadual no Enem nos motiva muito, pois sabemos que estamos sendo preparados por uma equipe de professores muito competente”, afirma Soraya de Barros, 15 anos, aluna da 2ª série do Ensino Médio da Escola Silveira Camerino.



Agência Alagoas
 
Copyright © 2013 Ferreira Delmiro - Seu blog de notícias e opinião.
Shared by Themes24x7Powered byBlogger