ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Colunistas

Em Delmiro

Educação & Oportunidade

quarta-feira, 14 de setembro de 2016

Tonturas afetam quase 30% da população mundial, segundo a OMS

A labirintite é geralmente causada por infecção viral ou bacteriana, mas ela também pode ocorrer devido à uma lesão na cabeça, alergia, reação a um determinado medicamento ou transtornos na circulação sanguínea afetando o ouvido interior ou cérebro.

Outras possíveis causas de labirintite são doenças, envelhecimento, problemas cerebrais ou lesões no sistema visual ou musculoesquelético. A otorrinolaringologista Dra. Tanit Sanchez e o otoneurologista Dr. Fernando Ganança estão no Bem Estar desta quarta-feira (14) para esclarecer as dúvidas sobre o problema.

Os principais sintomas são tonturas, isoladas ou acompanhadas de perda auditiva, zumbido, sensação de ouvido tampado, cefaleia, náuseas e vômitos. O labirinto pode ser agredido por várias substâncias tóxicas ao ouvido, tanto alimentares como medicamentosas. Infecções das vias respiratórias, diabetes, hipertensão arterial, hipotireoidismo, aterosclerose, traumatismos cranianos, alterações hormonais e problemas psicológicos podem ser agravantes para o desenvolvimento do problema.

O diagnóstico correto das labirintopatias depende de uma série de fatores: avaliação do quadro clinico do paciente - como é a tontura, a frequência e a duração -, as causas, além de uma análise física e otoneurológica. 


Bem Estar
 
Copyright © 2013 Ferreira Delmiro - Seu blog de notícias e opinião.
Shared by Themes24x7Powered byBlogger