ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Colunistas

Em Delmiro

Educação & Oportunidade

segunda-feira, 12 de setembro de 2016

Qual a diferença entre curso técnico e tecnólogo?

A principal diferença entre o curso técnico e o curso de tecnólogo é o nível de escolaridade que representam. Enquanto o curso técnico é de nível médio, o curso de tecnólogo é uma formação de nível superior.

Ao escolher entre curso técnico e de tecnólogo, você deve levar em consideração o seu nível de escolaridade atual e seu interesse profissional. Ambas são formações em alta no mercado, oferecendo boas taxas de empregabilidade.

Saiba mais sobre a  diferença entre cursos técnicos e cursos de tecnólogo e decida qual deles é melhor para você!

Diferenças entre curso técnico e tecnólogo

As principais diferenças entre curso técnico e tecnólogo (ou curso superior de tecnologia) são:

-Nível: os cursos técnicos são de nível médio e os cursos de tecnólogo são de nível superior.

-Duração: cursos técnicos podem durar entre 2 meses e 3 anos. Já os cursos tecnológicos variam entre dois e 3 anos.

-Requisitos: existem cursos técnicos para quem fez apenas o ensino fundamental incompleto, ensino fundamental completo, ensino médio incompleto ou ensino médio completo. Os cursos de tecnólogo sempre exigem que o aluno tenha completado o ensino médio.

-Foco: ambas as formações são focadas em atender as necessidades do mercado de trabalho e formam profissionais aptos a conseguirem um emprego rapidamente. Enquanto os cursos técnicos formam profissionais mais operacionais, os cursos tecnológicos formam gestores, supervisores, analistas e coordenadores.

Como funciona o curso técnico

O curso técnico tem o objetivo de capacitar o aluno com conhecimentos teóricos e práticos em diversas atividades do setor produtivo para que entrem rapidamente no mercado de trabalho.

Existem quatro tipos de curso técnico: 

-Formação Inicial e Continuada (FIC) ou Qualificação Profissional: voltado para trabalhadores, estudantes de ensino médio e beneficiários de programas federais de transferência de renda, têm duração mínima de dois meses e podem exigir apenas o ensino fundamental incompleto (até a 4a série ou 5o ano).

-Integrado: voltado para quem já concluiu o Ensino Fundamental, é um curso que prepara o aluno para uma profissão, ao mesmo tempo em que cumpre a carga de disciplinas do ensino médio. Pode durar até 4 anos e ao concluir o curso o estudante recebe dois diplomas: o do Ensino Médio e o de Técnico de Nível Médio.

-Concomitante: voltado para quem já concluiu a primeira série do ensino médio, pode ser feito em paralelo com o restante do ensino médio (segunda e terceira série). O aluno faz dois cursos ao mesmo tempo, em uma mesma instituição ou em instituições diferentes, cumprindo jornada dupla de aulas. Ao concluir cada um dos cursos, o aluno recebe o diploma correspondente (diploma do ensino médio e diploma de técnico). Geralmente dura dois anos.

-Subsequente: voltado para quem já tem o certificado de conclusão do Ensino Médio e deseja se preparar para o mercado de trabalho. Tem duração variada e ao terminar o curso o estudante recebe um diploma de Técnico de Nível Médio.

Ao obter um diploma de curso técnico integrado, concomitante ou subsequente, o profissional pode continuar seus estudos fazendo uma faculdade.

Existem centenas de cursos técnicos em todo o Brasil. Você pode consultar todas as opções no Catálogo Nacional de Cursos Técnicos divulgado pelo MEC.

Os cursos técnicos são oferecidos por escolas técnicas, institutos federais de educação e instituições do chamado Sistema S (como Senai e Senac). A oferta de cursos técnicos em sua região vai depender dos setores da indústria que estão precisando de profissionais qualificados. Há alguns cargos técnicos, como o de Segurança no Trabalho, por exemplo, que oferecem salários mais altos do que muitas profissões de nível superior.

Como funciona o curso de tecnólogo

O curso de tecnólogo é de nível superior e, para entrar nele, você precisa ter concluído o ensino médio. Você pode encontrar os cursos superiores de tecnologia (tecnólogo) em faculdades e universidades públicas e privadas.

O curso de tecnólogo também tem o objetivo de atender a necessidade do mercado por profissionais qualificados. Com duração entre 2 e 3 anos, conta com disciplinas teóricas e práticas, atividades em laboratórios e, muitas vezes, exige estágio obrigatório e/ou apresentação de um Trabalho de Conclusão de Curso (TCC).

Quem faz o curso de tecnólogo tem grandes chances de conseguir um emprego, muitas vezes antes mesmo de se formar. De acordo com uma pesquisa da Fundação Getúlio Vargas (FGV), a taxa de empregabilidade dos tecnólogos é superior a 90%, sendo que 79,5% conseguem trabalhar na mesma área do curso em que se formaram.

De acordo com o Catálogo Nacional de Cursos Superiores de Tecnologia, divulgado pelo MEC, existem mais de 100 opções de curso de tecnólogo.

Os cursos de tecnólogo podem ser feitos universidades públicas, mas a maior parte da oferta está em faculdades privadas.

Algumas faculdades reconhecidas pelo MEC que oferecem cursos tecnólogos:

-Centro Educacional Anhanguera (ANHANGUERA)

-Universidade Cruzeiro do Sul (UNICSUL)

-Universidade de Franca (UNIFRAN)

-Universidade Cidade de São Paulo (UNICID)

-Faculdade Nordeste (FANOR | DeVry) - em Fortaleza

-Faculdade Boa Viagem (FBV | DeVry) - em Recife

-Faculdade Ruy Barbosa (Ruy Barbosa | DeVry) - em Salvador


MSN
 
Copyright © 2013 Ferreira Delmiro - Seu blog de notícias e opinião.
Shared by Themes24x7Powered byBlogger