ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Colunistas

Em Delmiro

Educação & Oportunidade

quinta-feira, 22 de setembro de 2016

AL se destaca em evento de uma das principais ONGs do artesanato brasileiro

Personalidades brasileiras se reuniram, no 7º jantar Beneficente da Artesol, no Shopping JK Iguatemi, em São Paulo, para arrecadar fundos a fim de manter o trabalho da instituição. A ONG atua em todo país, capacitando e desenvolvendo novos produtos artesanais, também com a intervenção de designers e estilistas.

A arte produzida em Alagoas esteve presente durante todo o evento. Na área do jantar, Dona Wbiranilda fazia, em seu tear, uma peça de bordado filé. Ela faz parte da Associação das Mulheres Rendeiras de Marechal Deodoro, última organização em que a Artesol desenvolveu trabalhos em Alagoas, e que foi apresentado como case de sucesso em manter as técnicas e tradições do artesanato local.

Alagoas teve ainda quatro representantes entre as 21 peças leiloadas para arrecadar fundos para a Artesol: mestre João das Alagoas (município de Capela), mestre Valmir (Ilha do Ferro, em Pão de Açúcar), mestre Zezinho (município de Arapiraca) e mestra Sil (município de Capela). A peça do mestre João das Alagoas, uma escultura em cerâmica, foi a que recebeu o maior lance da noite.


“Para mim é um grande orgulho, fico até sem palavras. É uma surpresa muito agradável, ainda mais em saber que é em benefício da arte”, afirmou mestre João das Alagoas.

Para Daniela Vasconcelos, gerente de Design e Artesanato da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo de Alagoas (Sedetur), o jantar beneficente, que também inaugurou a loja de artesanato Artiz, foi um momento único para a arte alagoana.

“O trabalho da Artesol é fundamental, porque valoriza o trabalho do artesão e, para Alagoas, o evento foi especial, porque pudemos constatar, mais uma vez, a repercussão que o artesanato alagoano tem no país”, afirmou Daniela Vasconcelos.

A primeira-dama de Alagoas, Renata Calheiros, ficou feliz com o destaque à produção artesanal alagoana pela Artesol. Para ela, além do orgulho de ver a arte de Alagoas sendo reconhecida, é de extrema importância inserir estes artistas e seus produtos no circuito comercial nacional.


"A Artesol sempre atuou na valorização e divulgação da arte produzida pelos alagoanos. Agora, com a loja no shopping JK Iguatemi, o artesanato de Alagoas vai além do conhecimento de especialistas do setor, ganha visibilidade de consumidores do maior centro comercial do Brasil", disse Renata Calheiros.

Artesol 
A Artesol, Artesanato Solidário, criada em 1998 como um programa social, tornou-se uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP) em 2002, e atua na preservação do artesanato tradicional brasileiro.

As ações promovidas pela Artesol têm como objetivo valorizar e salvaguardar o fazer artesanal de tradição cultural, desenvolvendo programas de capacitação nas associações de artesãos, articulando a cadeia produtiva artesanal e estimulando a criação de políticas públicas, beneficiando artistas que vivem em localidades de baixa renda e são detentores de saberes tradicionais, transmitidos entre gerações.

A OSCIP já desenvolveu cerca de 120 projetos ao longo dos últimos 18 anos, envolvendo mais de 5 mil artesãos e beneficiando cerca de 25 mil pessoas indiretamente em 17 estados brasileiros. 

A loja Artiz será aberta ao público no próximo dia 27, e irá contar com peças de artesãos alagoanos.

Agência Alagoas
 
Copyright © 2013 Ferreira Delmiro - Seu blog de notícias e opinião.
Shared by Themes24x7Powered byBlogger