ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Colunistas

Em Delmiro

Educação & Oportunidade

sexta-feira, 9 de setembro de 2016

17 mil alunos farão as provas da segunda fase da OBMEP 2016 em Alagoas

Os alunos da rede pública estadual de Alagoas se preparam para a segunda fase da edição 2016 da Olímpiada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP), que será realizada neste sábado (10), às 14h30. No Estado, o evento é coordenado pela Universidade de Federal de Alagoas (Ufal) e conta com o apoio das redes públicas municipais, estadual e federal.
 
De acordo com o coordenador da OBMEP em Alagoas, Adelailson Peixoto, 17 mil alunos de 690 escolas farão as provas em todo o Estado. Deste quantitativo, 8.797 estudantes de 257 unidades de ensinos são da rede pública estadual.

O exame contará com seis questões dissertativas, onde os candidatos devem expor o raciocínio matemático para solucioná-las. Em Maceió, 13 escolas da rede pública serão disponibilizadas para as provas.

Peixoto explica que o número atingido para a esta segunda fase se estabilizou nos últimos cinco anos. “Atingimos praticamente o teto máximo no Estado”, explica.

O resultado final com a divulgação da lista de alunos medalhistas está previsto para o final de novembro.
 
Expectativas

Na Escola Estadual Margarez Lacet, localizada no bairro do Tabuleiro do Martins, além do suporte disponibilizado pelo site da OBMEP, os professores aproveitam para fazer as últimas revisões antes da prova.

Segundo o professor Wellington Rodrigues de Araújo, o ‘Pessoa’, que é responsável pela preparação da OBMEP na Margarez Lacet, o site da Olimpíada oferta videoaulas e conteúdo para que os alunos possam estudar e complementar o conteúdo dado em sala de aula. “Estas atividades também servem para os educadores motivarem os alunos”, complementa.

Na escola, a expectativa dos alunos para as provas de sábado é a melhor possível. Um destes é Pedro Lucas Lima Silva, de 12 anos, medalhista de bronze na edição de 2015. Depois da primeira experiência, ele está ainda mais motivado. “Quando eu soube que tinha sido medalha de bronze, fiquei muito surpreso e feliz. Agora, que entendo um pouco melhor a OBMEP, vou tentar repetir o feito e, quem sabe, conseguir uma medalha de prata ou ouro”, conta.

A estudante Kivia Mikaelle da Silva Francisco, de 14 anos, também almeja uma medalha durante a Olimpíada. Em 2016, após duas tentativas, ela conseguiu passar para a segunda fase.
 
“Gostei muito de participar das outras edições e, dessa vez, fiquei muito feliz em avançar a etapa. Estou estudando muito, e, além do que faço na escola, procuro sempre revisar algo em casa. A expectativa é grande”, relata Kivia.

Professores

Ainda no sábado, professores de Matemática da rede pública e estudantes concluintes de curso de Licenciatura também se submeterão às provas da OBMEP. Neste caso, os candidatos concorrem a bolsas do Capes para o programa OBMEP na Escola, iniciativa que visa melhorar a qualidade do ensino de Matemática nas escolas públicas por meio da adoção de novas práticas pedagógicas e material didático produzido pela organização da Olimpíada.

Ao todo, 240 candidatos farão as provas de habilitação do programa em Alagoas. Em todo o país são oferecidas 501 bolsas, as quais serão concedidas àqueles que pontuarem acima da média estabelecida pelos organizadores da OBMEP.


Agência Alagoas
 
Copyright © 2013 Ferreira Delmiro - Seu blog de notícias e opinião.
Shared by Themes24x7Powered byBlogger