ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Colunistas

Em Delmiro

Educação & Oportunidade

segunda-feira, 29 de agosto de 2016

Sertanejos aguardam com expectativa primeiro Centro Integrado de Segurança Pública da região

Os sertanejos alagoanos esperam ansiosos pela inauguração do primeiro Centro Integrado de Segurança Pública (Cisp) da região. Localizado em São José da Tapera, diariamente o prédio ganha formas e, em breve, será entregue à população. A unidade trará a unificação das forças policiais e a integração das policias Civil e Militar, como forma de reafirmar o compromisso do governador Renan Filho com o cidadão alagoano.

A obra vai garantir o fomento das atividades na segurança pública como uma das principais estratégias na implantação de uma nova atitude em Alagoas.

O pedreiro Cícero Rodrigo dos Santos, 61 anos, afirma que o povo do Sertão estava necessitado de uma melhoria na segurança, principalmente na cidade que reside, São José da Tapera. Cícero explica que o município dispõe apenas de uma delegacia e que, segundo ele, não supre as grandes demandas da população.



“A cidade vive amedrontada, diariamente acontecem muitos assaltos, principalmente nos bancos. São poucos policiais. Eu acredito que falta policiamento e espero que a integração das polícias traga melhorias para nós cidadãos. Já esperamos muito por algo diferenciado na segurança da região e teremos pela primeira vez. É muito gratificante fazer parte do primeiro município que vai receber o Cisp”, destacou.

Há nove anos, Fernanda Nair Santos, 28 anos, é dona de um empreendimento no centro. Ela conta que convive com o medo há muitos anos, por entender que a cidade não tem um número considerável de policiais nas ruas. Fernanda garante que com a chegada da unidade em São José da Tapera as coisas devem melhorar significativamente, porque a cidade estará mais segura com as forças policiais nas ruas.



“Os bandidos se acham no direito de avançar em qualquer lugar e a qualquer hora. Os poucos policiais que temos ficam praticamente de mãos atadas porque precisam de ajuda, precisam de um efetivo maior na delegacia. Eles arriscam suas vidas diariamente. Nós, comerciantes, sofremos muito com assaltos, ficamos sem rotativo e temos que sair da cidade para conseguir sacar um dinheiro, por exemplo, porque quando um banco é assaltado paralisam as atividades. Queremos paz”, ressalta a comerciante.



Em Alagoas, as obras dos Cisps estão em dia e serão entregues no prazo contratual de 120 dias, como informou o tenente-coronel da Polícia Militar Fernando Andrade. Segundo ele, além de São José da Tapera, outras quatro unidades estão sendo construídas nos municípios de Girau do Ponciano, São José da Laje, Murici e Boca da Mata.

“A obra em São José da Tapera está muito avançada e na próxima semana os módulos já estarão no local para serem postos. Em Girau do Ponciano, já estamos instalando o canteiro de obras, em Murici estamos na parte de fundação, que é a parte estrutural. Boca da Mata e São José da Laje, as obras estão na fase de terraplanagem”, informou.

Andrade ressalta que o governador Renan Filho fez questão de exigir da empresa que os contratantes para trabalhar nas obras fossem dos municípios. Segundo o tenente-coronel, foram investidos R$ 1.220 mil apenas na parte física das obras. “A unificação das forças e integração para melhorar prestar serviço à população. Além disso, o Estado está investindo com duas viaturas altas e duas motos em cada centro”, completa Andrade.



A etapa inicial do projeto promete contribuir com mais eficiência nas ações de combate ao crime nas regiões. A expectativa é de que até o final da gestão, em 2018, sejam inauguradas 30 unidades integradas das polícias Civil e Militar.

 Agência Alagoas
 
Copyright © 2013 Ferreira Delmiro - Seu blog de notícias e opinião.
Shared by Themes24x7Powered byBlogger