ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Colunistas

Em Delmiro

Educação & Oportunidade

quinta-feira, 25 de agosto de 2016

Aedes já infectou quase 25 mil

Os casos suspeitos de vírus transmitidos pelo mosquito Aedes aegypti não param de subir em Alagoas e alcançaram um patamar epidêmico, preocupando ainda mais as autoridades de vigilância em saúde. De janeiro até o dia 15 de agosto deste ano, já passa de 24 mil o número de pacientes comprovadamente infectados por dengue, zika vírus ou febre chikungunya. 

Em Maceió, com concentração maior de registros destas doenças em comparação a outros municípios do interior, a batalha contra o vetor está parada devido à greve dos agentes de endemias, iniciada há quatro meses.

Conforme boletim enviado pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), do início do ano até o meio de agosto foram confirmados 11.632 casos de dengue. É quase a metade do total de notificações de doenças transmitidas pelo inseto. Foram registrados 8.930 casos de febre chikungunya e mais 4.172 de zika vírus. Somando-se a tríplice viral do mosquito, Alagoas registrou 24.734 casos confirmados neste período de 2016.

A quantidade de infectados é tão grande que é difícil, agora, não conhecer alguém que tenha escapado de um desses vírus. A assistente administrativa Cínthia Pessoa teve sintomas de febre chikungunya e precisou se ausentar do trabalho por uma semana. Ela trabalha em um escritório, diretamente com o computador, e está há dois meses com as articulações doloridas e inchadas. 

“O médico me falou que ainda devo sentir estas dores por seis meses. Complicado ter que passar por um drama desses por um longo período e ter o trabalho prejudicado”, avalia.


Gazeta de Alagoas
 
Copyright © 2013 Ferreira Delmiro - Seu blog de notícias e opinião.
Shared by Themes24x7Powered byBlogger