gap


Em janeiro do corrente ano passou a vigorar a Lei 12.846/2013, mais conhecida como Lei Anticorrupção, que prevê diversas punições as empresas, além das punições previstas as pessoas físicas que cometerem crimes previstos nesse diploma legal. Além de empresas, podem ser punidas por crimes previstos nessa lei as fundações, associações de entidades ou pessoas, as sociedades estrangeiras, por atos corruptos de seus sócios ou funcionários. É de observar que a lei elencou de forma bastante ampla os tipos societários abrangidos pela mesma.
Outro ponto importante a ser observado é o fato de que, diferente da regra anterior, a empresa pode responder pelos atos de seus funcionários, sendo possível a multa chegar a 20% [vinte por cento] do faturamento bruto. Caso não seja possível chegar a um valor, utilizando-se desse critério a multa irá variar entre R$ 6 mil, e, R$ 60 milhões. Além da multa, a empresa ainda pode sofre punições como: reparação total do dano causado, ter suas atividades suspensas ou interditadas parcialmente, e, em casos graves, ter suas atividades encerradas.



Do total de candidatos registrados para disputar as eleições deste ano, 45,72% declararam ter concluído curso superior. Conforme a pesquisa por grau de instrução, 11.547 candidatos informaram ter nível superior completo. As estatísticas foram geradas a partir dos dados do Sistema de Divulgação de Candidaturas (DivulgaCand 2014) do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) do início da tarde desta sexta-feira (25).

Em seguida aparecem os que declararam ter ensino médio completo, somando 7.548 candidatos. Na outra ponta, estão 256 candidatos que são alfabetizados, mas apenas leem e escrevem.

Entre os 11 candidatos à Presidência da República, nove têm nível superior completo. Os candidatos à Câmara dos Deputados também informaram, em sua maioria, ter nível superior completo. Do total de 6.877 candidatos a este cargo, 3.379 concluíram curso superior. Ainda para este mesmo cargo, 65 informaram que apenas leem e escrevem. Para senador, dos 183 candidatos registrados, 137 também cursaram nível superior. Dos 171 candidatos a governador, 136 terminaram a faculdade.

Ocupação

Já a pesquisa por ocupação mostra que, das profissões disponíveis para o preenchimento desse dado, 2.345 candidatos atuam como empresários. A maioria - 4.184 candidatos - informou a opção “outros”. Os advogados somam 1.398 candidatos e 595 são médicos. Outros 2.177 declararam ocupar cargo eletivo como prefeito, vereador, deputado, governador, prefeito e presidente da República.  

As informações sobre a ocupação e escolaridade dos candidatos estão disponíveis na página do TSE na opção “Estatísticas de Candidaturas” e são atualizadas junto com o sistema DivulgaCand 2014. Esses dados estão sujeitos à atualizado ao longo do dia e eventuais números podem apresentar alterações em uma próxima consulta.

MAIS..

Mais...

Mais...

31ª Festa Menino Jesus de Praga

Receba nossas atualizações por E-mail

CASCA conheça nosso trabalho

Gesto Simples

Participe - Reclame - Exija seus Direiros

Pesquisar este blog

Carregando...