ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Colunistas

Em Delmiro

Educação & Oportunidade

Destaques

Diversos

Política

Saúde e Bem Estar

Mundo

Projeto Casca

CASCA – Centro de Ação Social para Crianças e Adolescentes, é uma entidade associativa, sem fins lucrativos, apolítica, composta por pessoas físicas unidas no ideal de fraternidade e consciência social. É uma instituição de Solidariedade.

Faça sua arte com Anderson C. Sandes

Panfletos, cartões de visitas, fachadas, flyers, blogs, logotipos, camisetas e muito mais...

quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

Polícia Federal constata vazamento do Enem 2016, diz Ministério Público Federal

O Ministério Público Federal no Ceará (MPF/CE) informou que recebeu relatório da Polícia Federal (PF) que constata que as provas do primeiro e do segundo dia do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), além da prova da redação, vazaram para pelo menos dois candidatos antes do início da aplicação do exame.

O Enem foi aplicado nos dias 5 e 6 de novembro para 5,8 milhões de candidatos em todo o país.

Em nota, o MPF diz que - em trecho do relatório - a PF destaca que, após a análise de celulares apreendidos durante operações nos dias do exame, concluiu-se que os candidatos receberam fotografias das provas e tiveram acesso aos gabaritos e ao tema da redação antes do início do exame.

Os estudantes tiveram acesso à "frase-código" da prova rosa, o que permitia que candidatos que deveriam fazer provas diferentes da rosa pudessem preencher o cartão de respostas de acordo com o gabarito transmitido pela quadrilha, não importando a cor da prova que o candidato tenha recebido no exame, já que a frase-código é o que legitima a correção conforme a cor referente à frase.

Candidatos presos em Minas Gerais e no Maranhão

Os dois candidatos foram presos, um em Minas Gerais e outro no Maranhão. Ambos receberam exatamente as mesmas fotografias com gabaritos das provas, porém, de intermediários diferentes, "deixando claro que a origem do vazamento é a mesma".

Quanto à prova de redação, a perícia da PF identificou que os candidatos presos iniciaram pesquisas no Google sobre o tema da redação a partir das 9h38 do dia 6 de novembro, indicando que tiveram acesso ao tema antes do início da aplicação das provas.

O procurador da República, Oscar Costa Filho, do MPF/CE, disse que a íntegra do relatório e peças do inquérito serão anexadas ao recurso do MPF que tramita no Tribunal Regional Federal da 5ª Região, no Recife (PE). Em novembro, o procurador ingressou com ação na Justiça Federal pedindo que fosse anulada a prova de redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

O pedido foi negado pela Justiça e o MPF entrou com recurso. “Uma quadrilha organizada nacionalmente teve acesso antecipado às provas. Isso compromete a lisura do exame e a própria credibilidade da logística de segurança que vem sendo aplicada”, argumenta o procurador.

A Agência Brasil entrou em contato com a assessoria de imprensa da Polícia Federal que não confirmou o conteúdo do relatório.

Edição: Kleber Sampaio/Agência Brasil

Alagoas tem a menor expectativa de vida para homens do País, revela IBGE

Alagoas tem a menor esperança de vida ao nascer para homens em relação aos demais estados da Federação, segundo revela a Tábua Completa de Mortalidade para o Brasil - 2015, divulgada nesta quinta-feira (1º), pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Aqui, os homens vivem 66,5 anos, em média, sendo a menor expectativa de vida do Brasil. O estado também é o que possui a maior diferença de esperança de vida entre homens e mulheres. Elas estão vivendo 9 anos e meio a mais do que eles em Alagoas.
O gráfico mostra que a esperança de vida ao nascer para os homens é bem inferior do que a média brasileira para o sexo masculino, que era de 71,9 anos. As mulheres vivem uma média de 71,6 anos em Alagoas (sendo a sétima mais baixa do País). Em termos de Brasil, elas estão vivendo até 79 anos e 1 mês.
No universo em que inclui homens e mulheres, a esperança de vida ao nascer em Alagoas ficou na média de 71,2 anos, ficando à frente de estados como Roraima (71,2 anos também), Rondônia (71,1 anos), Piauí (70,9 anos) e Maranhão (70,3 anos). 
Em apenas cinco estados a expectativa de vida ao nascer das mulheres ultrapassam os 80 anos, todos nas regiões Sul e Sudeste do país. São eles, Santa Catarina (82,1 anos), Espírito Santo (81,9 anos), Distrito Federal (81,3 anos), São Paulo (80,9 anos), Rio Grande do Sul (80,9 anos) e Paraná (80,2 anos).
Mortalidade
As estatísticas revelam que Alagoas tinha a terceira maior taxa de mortalidade infantil do Brasil em 2015. Os dados mostraram que, no estado, ocorreram 20,86 óbitos de crianças por cada grupo de 1000 bebês nascidos vivos. No topo das mortes está o Amapá (com índice de 23,5) e Maranhão (22,3). A taxa do Brasil ficou em 13,82 mortes por mil nascidos vivos.
Mesmo os Estados do Espírito Santo, Santa Catarina, Paraná e Rio Grande do Sul com taxas abaixo de 10 por mil estão longe das encontradas nos países mais desenvolvidos do mundo. Japão e Finlândia, por exemplo, possuem taxas na ordem de 2 por mil. A menor taxa de mortalidade infantil foi encontrada no Estado do Espírito Santo, 9,2 óbitos de crianças menores para cada 1.000 nascidos vivos.
gazetaweb.com

Da Silva é o primeiro policial do sertão a ser promovido por ato de bravura

Por Radar89
Depois de esperar por quase três anos, o Policial Militar Sebastião Emiliano da Silva, o popular “Da Silva” foi promovido a terceiro sargento da briosa Polícia Militar de Alagoas, por ato de bravura. O evento aconteceu no auditório do Hotel Nossa Senhora do Rosário de Delmiro Gouveia.

“Da Silva” foi o primeiro policial do Sertão de Alagoas, a ser promovido por este ato que aconteceu em 2013. Quando a polícia adotava um método de aquartelamento. Ele estava de folga, quando seguia para sua residência ao passar pela Avenida Juscelino Kubistchek, Bairro Eldorado, percebeu uma movimentação estranha.

Tratava-se de uma confusão, onde uma pessoa teria acabado de ser baleada, a época o policial que estava com a família, parou o carro e anunciou voz de prisão ao suspeito que estava com um revólver e não reagiu. Ele foi algemado e em seguida uma equipe da Guarda Civil Municipal o conduziu para a Delegacia Regional de Polícia (1ª-DRP).

Por entender que o policial agiu em uma forma de bravo, o tenente-coronel Joás Fontes, comandante do 9º – Batalhão de Polícia Militar (9º-BPM) pediu aos superiores que promovessem o cabo a sargento.

O evento reuniu diversas autoridades policiais, como o Comandante do Policiamento do Interior (CPI) Coronel Goulart, coronel Bernardo do (CPAI-1), tenente-coronel Joás Fontes (9º-BPM), e oficiais do batalhão.
Foto: Ítallo Timóteo


Acordo de paz entre governo colombiano e as Farc entra em vigor hoje

O acordo de paz, que acaba com meio século de enfrentamentos entre o governo colombiano e a maior guerrilha do país, começa a ser implementado nessa quinta-feira (1º).  Os rebeldes das Forças Armadas Revolucionarias da Colômbia (Farc) têm 150 dias para entregar todas as suas armas às Nações Unidas.

O presidente colombiano, Juan Manuel Santos, comemorou a ratificação do pacto, na quarta-feira (30) à noite, depois de dois dias de intensos debates. Segundo ele, 1º de dezembro é o Dia D – o início do fim de 52 anos de violência, que resultaram na morte de mais de 200 mil colombianos e no deslocamento de mais 6 milhões.

Santos ganhou o Prêmio Nobel da Paz por seus esforços para negociar o desarmamento do grupo guerrilheiro mais antigo da América Latina. Foi um processo que durou quatro anos e quase termina em fracasso.  O primeiro pacto, assinado por Santos e pelo líder das Farc, Rodrigo Londono (conhecido como Timochenko), foi rejeitado em um plebiscito em outubro. Novas negociações resultaram numa segunda versão, menos tolerante com os rebeldes – como pediam os que votaram contra na consulta popular.

O segundo acordo manteve a promessa feita aos guerrilheiros, de que poderiam formar um partido político, disputar eleições e ocupar cargos públicos. A oposição, liderada pelo ex-presidente e atual senador Álvaro Uribe, queria que o documento fosse submetido a um novo plebiscito. Mas Santos decidiu submetê-lo à aprovação do Congresso, onde o governo tem maioria.

Tanto Santos quanto Londono argumentaram que o acordo de paz foi o resultado de amplo debate e que era mais importante implementar a paz o quanto antes do que colocar em risco a trégua entre o governo e a guerrilha e recomeçar de zero.  A discussão mobilizou também os colombianos no exterior – como o barítono Alfredo Martinez, 30 anos, que canta em óperas em Buenos Aires.

“Uma guerra tão longa deixa profundas feridas. Muitos achavam que não deviam perdoar os responsáveis pela violência tão facilmente, da noite para a manha, e que eles deveriam responder por seus crimes”, disse à Agência Brasil. “Mas no fundo, todos os colombianos querem a paz. E o bom é que esse acordo abriu as portas para o debate e todos se informaram a respeito, para apoiar ou rejeitar o pacto. Não importa. O importante é que o debate se deu”.

Além do desarmamento das Farc, o acordo prevê a erradicação dos cultivos de drogas ilegais (que financiavam as atividades guerrilheiras, depois da queda do comunismo no Leste Europeu) e programas sociais para integrar mais de 6 mil mil rebeldes à sociedade civil. Opositores ao acordo argumentavam que a Colômbia iria gastar uma fortuna em um momento de desaquecimento da economia. O tema fará parte dos debates nas eleições do próximo ano.

O acordo de paz colombiano foi mediado pelo governo cubano, que continua de luto pela morte do líder revolucionário Fidel Castro.  Ele morreu na sexta-feira (25), aos 90 anos. Suas cinzas estão sendo levadas, em uma peregrinação pelo país. e serão enterradas domingo (4).

Edição: Graça Adjuto/Agência Brasil

Expectativa de vida do brasileiro sobe para 75,5 anos

A expectativa de vida do brasileiro nascido em 2015 é de 75,5 anos, segundo dados divulgados hoje (1º) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O dado foi publicado na edição desta quinta-feira do Diário Oficial da União. A expectativa de vida para brasileiros nascidos em 2014, divulgada no ano passado, era de 75,2 anos.

Os detalhes da pesquisa Tábuas Completas de Mortalidade para o Brasil, inclusive a diferença de expectativa de vida entre os sexos, serão divulgados às 10h pelo IBGE.

As informações são usadas como parâmetro para o fator previdenciário no cálculo das aposentadorias do Regime Geral de Previdência Social.

Edição: Graça Adjuto/Agência Brasil
 
Copyright © 2013 Ferreira Delmiro - Seu blog de notícias e opinião.
Shared by Themes24x7Powered byBlogger