O empresário José Antônio da Silva, 47 anos, morreu na manhã deste sábado (4), em Maceió capital alagoana. José Antônio que era mais conhecido como “Galego da Cebola” não resistiu a problemas de saúde.

Em contato com os familiares a reportagem do portal Radar 89 foi informada que “Galego da Cebola” será sepultado em Delmiro Gouveia, porém o local e horário ainda não foram divulgados.

Por Ítalo Timóteo/radar89.com.br 

Com a chegada do inverno, período marcado pela diminuição da temperatura, chuvas e aumento da umidade do ar, as crises de asma, alergias e rinites tendem a aumentar. E para alertar a população e principalmente os pais de crianças, a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) alerta sobre os cuidados para evitar problemas mais graves.

Entre os cuidados que devem ser adotados, especialmente por pais e responsáveis por crianças, destaca-se a higienização do lar. A médica alergista Dirleny Brandão explicou que no inverno os problemas respiratórios são mais comuns. “Pessoas que possuem quadro de asma e alergias são mais sensíveis ao acúmulo de poeira e mofo. A higienização do lar deve ser feita de forma sistemática e completa para evitar o acionamento de crises”, destacou.

A médica ressaltou, ainda, outras dicas importantes como a hidratação constante e a alimentação balanceada. A alergista lembrou que é preciso ingerir alimentos ricos em vitamina C, a exemplo de laranjas e frutas cítricas.

“Manter em dia o calendário vacinal, incluindo a vacina contra a gripe, também é essencial, pois durante os períodos mais frios existe uma tendência de se ficar mais tempo em ambientes fechados e com uma maior concentração de pessoas o que contribui para a transmissão de vírus”, ressaltou.

No caso de crises ou dificuldades de respiração o paciente deve ser encaminhado para uma unidade de saúde. Em Alagoas, a clínica infantil Dayse Brêda, localizada no bairro da Levada, atua como referência no atendimento a pessoas com problemas respiratórios no estado.

A diretora da clínica Elba Fernandes explicou que os pais devem levar seus filhos que apresentem dificuldades de respiração e seu estado de saúde seja controlado e monitorado.  

Um dos usuários da clínica, Edvaldo Silva, compareceu para acompanhar a filha Milena dos Anjos, de 11 anos, que tem asma. “Nessa época do ano as crises aumentam e por isso temos o cuidado de evitar locais que possam desencadear as crises. Além disso, comparecer as consultas na clínica para o acompanhamento do quadro clínico da minha filha”, revelou o pai.

Elba Fernandes destacou que esse comportamento é salutar e deve ser seguido por outros pais e responsáveis. “O principal cuidado dos pais deve ser sempre a prevenção”, lembrou.

Já Rosélia Silva, mãe de Luiz Otávio Silva, de cinco anos, relata que sempre leva o filho para atendimento no Dayse Brêda, principalmente no inverno, quando as crises aumentam. “É preciso 
mais cuidado nessa época do ano”, lembrou a mãe, que destacou sempre receber um bom atendimento na unidade. “É tranquilizante saber que a população pode contar com um atendimento de qualidade e comprometido como o encontrado na clínica”, enfatiza.

Agência Alagoas
As chuvas que caem desde a sexta-feira (3) fizeram os rios da região Norte do Estado transbordar. A situação mais crítica é a do Jacuípe que inundou, neste sábado (4), diversas ruas centrais da cidade e já desalojou inúmeras famílias.
A Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh) emitiu alerta à Defesa Civil Estadual, que enviou uma equipe ao município, localizado a 125 km de Maceió.
Nas últimas 24 horas, choveu em Jacuípe 105,8 milímetros, o equivalente a mais de um terço do previsto para todo o mês de julho, segundo informou a Semarh.
Riacho Pedra Branca alagou ruas em Campestre
Riacho Pedra Branca alagou ruas em Campestre
A tendência é de que o nível do rio, que banha quatro municípios alagoanos, se eleve ainda mais nas próximas horas, pois há previsão de chuva até o fim do dia de amanhã em toda a região Norte de Alagoas.
Municípios que integram as bacias dos rios Camaragibe, Santo Antônio e Manguaba também estão em alerta. São eles: Matriz do Camaragibe, São Luís do Quitunde, Passo do Camaragibe, Jundiá e Porto Calvo. Nestes, já existem pontos de transbordamento.
Rio Camaragibe atingiu casas no Conjunto Ernesto Maranhão 2, em Matriz (Foto: Severino Carvalho)
Rio Camaragibe atingiu casas no Conjunto Ernesto Maranhão 2, em Matriz (Foto: Severino Carvalho)
Em Jacuípe, o rio transbordou e inundou as ruas Crislaine, Jacutinga, Manoel Damião, Miguel Morato, Travessia e Travessa Geraldo Pinho, além das avenidas Senador Arnon de Mello e Presidente Getúlio Vargas.
“Já acionei a frota do município para fazer a mudança das famílias desalojadas para os colégios municipais no Conjunto Amaro Félix e para o primeiro andar da Secretaria de Ação Social, onde fica a Biblioteca Municipal. Ainda não temos o número exato de famílias afetadas”, informou o prefeito de Jacuípe, Manoel Marques Júnior (PSD).
Em Campestre, o riacho Pedra Branca transbordou pela manhã e alagou ruas e casas do Bairro da Várzea. Em Matriz do Camaragibe, o Rio Camaragibe também transbordou e provocou alagamentos nas localidade do Pau D’arco, Campanha 2, Caranguejo e Sitinho.
O Sertão Alagoano dificilmente vai virar mar, mas as expectativas em torno do Canal do Sertão são enormes no Estado. Projetado para alcançar um total de 250 quilômetros, abrangendo seis microrregiões socioeconômicas e beneficiando um total de 42 municípios alagoanos, a obra gigantesca está correndo risco de ser suspensa por tempo indeterminado, tudo por causa do avanço das investigações da Operação Lava Jato.

O cerco tem sido fechado contra as maiores construtoras do país, na operação policial que já tem mais de um ano de atuação forte e incansável no desmonte do maior escândalo de corrupção envolvendo a República do Brasil, a Petrobras – a maior empresa pública brasileira –, políticos e as maiores empresas da construção civil e naval do país.

O próximo passo do juiz Sérgio Moro, que conduz as ações da operação lava jato, segundo a imprensa nacional, pode ser suspender todas as obras das empresas implicadas em operações fraudulentas com a Petrobras. A possibilidade sinalizada por Moro em uma de suas últimas decisões.

Atualmente, o Canal do Sertão está com as terceira e quarta etapas em andamento, sendo que uma é responsável pela OAS e a outra pela Odebrecht. E a quinta etapa já está contratada, com a Queiroz Galvão.

A imprensa vem revelando o nome de todas as empresas investigadas pela ação policial e judicial. “Eram sete, depois nove, depois dezesseis e, por fim, 23”. As três empresas responsáveis pelas próximas etapas do Canal do Sertão ou “o mar do sertão”, como os mais esperançosos chamam a obra faraônica, estão sendo tocadas por empresas envolvidas no escândalo da Petrobras.

Empreiteiras teriam de suspender contratos para livrar executivos da prisão

A Odebrecht estaria envolvida antes mesmo da OAS e da Queiroz Galvão, que teriam aderido ao cartel das empreiteiras quando o negócio cresceu tanto que já não era mais possível participar das licitações sem entrar no jogo. Estas informações foram divulgadas pelo Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) a partir de um acordo de leniência feito com empresas participantes do cartel que lesou a Petrobras.

Segundo publicação do jornalista Lauro Jardim, na Revista Veja, “no despacho em que mudou o status da prisão do diretor da Odebrecht Alexandrino Alencar de temporária para preventiva, Sergio Moro diz que só há uma maneira de os executivos da empreiteira saírem da cadeia: as empresas nas quais o grupo tem participação precisarão suspender todos os contratos com os governos federal, estadual e municipal”.

Sobre a possibilidade de suspensão dos contratos pelo juiz Sergio Moro, a assessoria do Governo de Alagoas disse que “ainda não houve qualquer informação neste sentido”. E completou: “Quando houver, caso haja, pensaremos em como proceder. Até lá, tudo continua em andamento normal”.

Mas há preocupação sobre as empresas, afinal, a suspensão de seus contratos acarretaria em milhões de desempregados por todo o país. Assim, como o bloqueio dos bens das empreiteiras.

CADA MINUTO
© Fornecido por Notícias ao Minuto Instalada a confusão, o presidente da CPI, deputado Hugo Motta, pediu "respeito" ao depoente.
O empresário do setor petroquímico Auro Gorentzvaig provocou revolta e discutiu com os deputados da CPI da Petrobras nesta quinta-feira. O fato ocorreu após ele defender a intervenção militar e sugerir o fechamento do Congresso Nacional.
De acordo com informações da Folha de São Paulo, Auro havia sido questionado pelo relator Luiz Sérgio (PT-RJ) sobre declarações que já havia dado nesse sentido, sem temer as reações o empresário confirmou o que havia dito. "Eu acho que realmente do jeito que as coisas estão é caso de uma intervenção militar imediata e com pedido de eleições o mais rápido possível", disparou o empresário.
Depois da declaração, um parlamentar perguntou se ele era favorável também ao fechamento do Congresso. Ele respondeu: "Não sei se fechar o Congresso, eu não me referi ao Congresso Nacional, mas quem sabe? Do jeito que as coisas estão acontecendo, que a gente está assistindo, talvez seja o caso, eu não sei".
Após as palavras de Auro Gorentzvaig, os parlamentares começaram a bater boca entre si e com o depoente. Instalada a confusão, o presidente da CPI, deputado Hugo Motta (PMDB-PB), pediu "respeito" ao empresário.
Depois da confusão, os trabalhos da Comissão foram retomados. E em seu depoimento, o empresário disse que sua petroquímica, a Triunfo, foi "expropriada" pela Petrobras, que os obrigou a sair da empresa. Auro Gorentzvaig também acusou o ex-presidente Lula de ter agido para isso com o objetivo de favorecer a construtora Odebrecht, investigada na Operação Lava Jato.
Fonte: Noticias ao Minuto
Maceió, Arapiraca, União dos Palmares e São Sebastião estão entre as 300 cidades que vão receber a Tocha Olímpica Rio 2016. O anúncio foi feito nesta sexta-feira (03) em Brasília, na Cerimônia de Lançamento da Rota do Revezamento da Tocha Olímpica Rio 2016, em solenidade realizada pelo Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016.

Dos 300 municípios, foram escolhidos 82 onde a Tocha deverá pernoitar. Cada uma dessas cidades vai receber eventos de grande porte, com atrações culturais e shows musicais.

A secretária de Estado do Esporte, Lazer e Juventude, Cláudia Petuba, representou Alagoas no evento, que contou com a participação da presidenta Dilma Rousseff e do ministro do Esporte, George Hilton.

“A passagem da tocha por todos os estados, incluindo Alagoas, simboliza a amplitude das Olimpíadas, que, embora tenha como sede a cidade do Rio, o evento é do Brasil e o povo brasileiro é o principal e maior combustível para a chama dos Jogos. Os Jogos Olímpicos são um evento que simboliza disputas limpas, honestas, dedicação e respeito às diversidades", declarou Petuba.

Durante a cerimônia, foi apresentada ao público a Tocha Olímpica Rio 2016, concebida sob o conceito de ‘brasilidade’. O desenho é resultado de processo de seleção no Brasil, que reuniu 76 empresas inscritas. A vencedora foi escolhida por unanimidade pelo Comitê.

O conceito da Tocha traz os pilares dos Jogos, que são a chama, o espírito olímpico (ponto chave) e a Tocha (suporte para chama). Outros detalhes que chamam a atenção no design do principal símbolo das Olimpíadas são o céu, as montanhas, o mar e o chão da cidade do Rio de Janeiro – tudo representado nas cores da bandeira do Brasil.

De acordo com o Ministério do Esporte, a Tocha também passará por todas as capitais brasileiras. Antes de chegar ao Brasil, a jornada da Tocha Olímpica começa na Grécia, em maio de 2016, onde ficará durante uma semana.

Em solo brasileiro, a Tocha percorrerá mais de 20 mil km e será carregada por mais de 10 mil pessoas em 300 municípios do país, até chegar ao Rio de Janeiro para a abertura dos Jogos, que vão acontecer de 5 a 21 de agosto. Já as Paralimpíadas serão realizadas de 7 a 18 de setembro, também no Rio de Janeiro.

Para a presidenta Dilma Rousseff, o mundo pode ter confiança de que o Brasil vai responder à altura do desafio de sediar os Jogos Olímpicos em 2016.

“Vamos realizar, com muita competência, as Olimpíadas Rio 2016. Serão jogos que vão ficar na história, porque nosso país mostrou, com a Copa do Mundo, que temos um povo hospitaleiro e que o Brasil tem condição de dar total segurança para qualquer evento do porte dos Jogos Olímpicos”, assegurou.
Agência Alagoas
O brasileiro estava mais temeroso em relação ao desemprego no segundo trimestre do ano, mas ligeiramente mais satisfeito com a vida. Segundo pesquisa divulgada nesta sexta-feira, 3, pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), o Índice de Medo do Desemprego aumentou 5,4% em junho, na comparação com março, alcançando 104,1 pontos.
É o maior nível alcançado desde setembro de 1999. De dezembro até o mês passado, o medo do desemprego cresceu 32,1%. Em relação a junho do ano passado, o indicador aumentou 36,8%.
Por outro lado, o Índice de Satisfação com a Vida aumentou 1% em junho, na comparação com março, e está em 95,6 pontos, no segundo menor patamar da série, acima apenas do alcançado em março. Em relação a junho de 2014, porém, há queda de 7,3%.
"Os indicadores refletem o aprofundamento da crise, ou seja, a maior dificuldade de conseguir um emprego e a inflação alta", afirma o gerente-executivo da Unidade de Pesquisa e Competitividade da CNI, Renato da Fonseca, em nota.
A pesquisa da CNI foi feita com 2.002 pessoas em 141 municípios entre 18 e 21 de junho.
Fonte: Estadão

Durante assembleia realizada na tarde desta sexta-feira (3), no Trapiche da Barra, em Maceió, integrantes da Polícia Militar (PM) e do Corpo de Bombeiros decidiram aceitar a proposta de reajuste salarial ofertada pelo governo de Alagoas e encerrar a chamada Operação Padrão.

Os militares terão um reajuste de 5%, pago até o final do ano, com base no Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). O governo apresentou a proposta a líderes durante reunião no início da semana. Porém, o fim da Operação Padrão dependia de assembleia com a tropa.

Segundo líderes de associações, o acordo foi aceito pela categoria com ressalvas. Os militares cobram melhores condições de trabalho para os integrantes das duas corporações, além da reestruturação da lei de promoções.

O presidente da Associação dos Bombeiros Militares de Alagoas, sargento Ramalho, explicou que a proposta aceita foi fruto de uma longa negociação. Ele apontou ainda que uma comissão formada por integrantes da PM, CB e do governo vai discutir os pontos sobre o projeto de lei que vai tratar da nova lei de promoções. 

“Durante os últimos seis meses, o governo só disse não para a nossa demanda. Eles justificavam que não tinha dinheiro e, agora, com a Operação Padrão, refizeram os cálculos e teremos, finalmente, o nosso reajuste salarial. Só estávamos cobrando um direito assegurado em lei”, explicou Ramalho. 

Com a decisão, a 'Operação Padrão' se encerra de forma imediata e os militares retornam para suas funções e atividades nos batalhões de todo o estado. Apesar de o percentual oferecido não alcançar o IPCA, os militares concordaram em ter a incorporação salarial aplicada no salário do mês de dezembro. O governo alega que atualmente não tem recursos para aplicar a reposição.


gazetaweb.com
O Prefeito de Inhapi, José Cicero foi categórico hoje em entrevista ao programa de rádio Radar 89 na Rádio Delmiro ao afirmar que, se não fosse o apoio da Nestlé e Governo do Estado não teríamos a tradicional Festa do Carro de Boi este ano.

A Festa do Carro de Boi ganhou proporções nacionais no ano passado, quando ganhou o título de maior encontro de carro de boi do Brasil, desbancando cidades do estado de Minas Gerais, onde a cultura do carro de boi também é muito forte. Chegando a quase 500 carros de boi no encontro de 2014.

Hoje é uma das festas mais culturais do estado de Alagoas, sendo reconhecida desta vez com o apoio da secretaria de cultura e da Nestlé. Que garantiram a realização do evento no mesmo porte do ano passado.

Esse ano teremos o sorteio de mais 8 carros de boi, fortalecendo cada vez mais a nossa cultura, deixando Inhapi conhecida nacionalmente como “Terra do Carro de Boi”.

A festa será no dia 25 desse mês, com o encontro programado para começar às 10:00h seguindo dia festivo, e a noite as 22:00h teremos um grande show com Paula Fernandes, Geraldo Cardoso e a dupla local Jefferson&Tiago.

Por Ascom/radar89.com.br

O prefeito Lula Cabeleira visando reforçar seu entorno, trás de volta ao quadro municipal o ex secretario João Edson, dessa vez como seu assessor especial e de comunicação. 

Conhecido por seu caráter dinâmico e combativo, João buscará dar uma nova roupagem ao marketing e a comunicação do município assim como imprimir uma nova metodologia na relação governo e comunidade.



João Edson foi candidato a Vereador na última eleição obtendo cerca de 900 votos.

Da Redação
Um crime bárbaro foi registrado na madrugada desta sexta-feira (3), no Distrito Piau, município de Piranhas. Um homem inconformado com o fim do relacionamento teria assassinado com vários disparos de revólver calibre 38, uma adolescente de 17 anos. Após o crime o acusado fugiu tomando destino ignorado. A população está revoltada.

Segundo informações concedidas pela equipe da Delegacia Distrital de Piranhas para o portal Radar 89 o criminoso identificado como Adriano Lourenço, 26 anos, cujo tinha um relacionamento com a adolescente Lidiane Barros, 17 anos, estaria revoltado após a jovem ter decidido acabar a relação. Não aceitando a decisão, o mesmo teria invadido a residência da jovem localizada na Rua Manoel Raimundo, no centro do lugarejo e a encontrado dormindo em um sofá na sala de recepção, em atitude premeditada o homem sacou a arma da cintura e atirou pelo menos cinco vezes com um revólver calibre 38, logo após o acusado fugiu tomando destino ignorado.

Policiais Militares da Companhia do Distrito Piau realizaram buscas na região, mas o suspeito não foi encontrado, o corpo foi removido pelo Instituto Médico Legal (IML) de Arapiraca.

O caso será investigado pelo delegado Diego Ferreira Nunes que pede para quem tiver informações sobre o caso denuncie através do (181), seu anonimato será garantido.

Fonte: radar89.com.br
"Matéria constante de proposta de emenda rejeitada ou havida por prejudicada NÃO pode ser objeto de nova proposta na mesma sessão legislativa", disse o ex-presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), Joaquim Barbosa, pelo Twitter. A frase se refere à manobra do presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB -RJ) de permitir a análise de uma emenda para conseguir aprovar a proposta de redução da maioridade penal em crimes graves de 18 para 16 anos. 
Barbosa, que ficou famoso pela sua atuação como relator no julgamento da Ação Penal 470, o Mensalão, disse que a "pedalada regimental" de Cunha fere o artigo 60, parágrafo 5º da Constituição brasileira. Ele já havia se posicionado contra a medida, dizendo também no Twitter que quem conhece as prisões brasileiras não apoia essa "insensatez" de reduzir a maioridade. "Maioridade penal: eu apoio integralmente a posição do governo federal, contrária à redução da maioridade penal. Estão brincando com fogo", disse. 
Na madrugada desta quinta-feira (2), a medida foi aprovada para o caso de crimes hediondos (estupro, sequestro, latrocínio, homicídio qualificado e outros), homicídio doloso e lesão corporal seguida de morte. A emenda que permitiu a reavaliação da proposta pelos parlamentares foi dos deputados Rogério Rosso (PSD-DF) e Andre Moura (PSC-SE), deixando de fora da redução da maioridade outros crimes, como roubo com causa de aumento de pena, tortura, tráfico de drogas e lesão corporal grave. Esses crimes constavam do substitutivo da comissão especial para a matéria, rejeitado na madrugada desta quarta-feira (1º).
Quem também criticou a aprovação da Proposta foi o deputado Paulo Pimenta (PT - RS). "Se a Câmara hoje fosse o Brasileirão, o presidente da Câmara seria o Fluminense", afirmou, referindo-se às supostas "viradas de mesa" realizadas pelo clube para escapar do rebaixamento. 
Fonte MSN
Deputados de sete partidos (PPS, PMDB, PSB, PT, PCdoB, PSOL e PDT) confirmaram nesta quinta-feira (2) que ingressarão com um mandado de segurança no Supremo Tribunal Federal (STF) questionando o processo de votação da PEC (proposta de emenda à Constituição) que estabelece a redução da maioridade penal. A petição será impetrada no STF na próxima terça-feira (7).
A redução parcial da maioridade penal foiaprovada na madrugada desta quinta-feira (2) pela Câmara, com 323 votos a favor, 155 contrários  e 2 abstenções. Na madrugada anterior, quando a Casa rejeitou o substitutivo do deputado Laerte Bessa (PR-DF) sobre a punição a jovens de 16 17 anos, as bancadas de PSD, PSDB, PHS e PSC apresentaram emenda aglutinativa reduzindo a maioridade penal apenas em casos de crimes hediondos (homicídio qualificado, latrocínio, sequestro, estupro, entre outros), homicídio doloso (intencional) e lesão corporal seguida de morte. A matéria teve o apoio do presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ).
A manobra, entretanto, foi criticada por parlamentares das sete bancadas, que classificaram a virada como uma “pedalada regimental”. A intenção dos deputados é entrar com a ação no Supremo alegando que a votação desrespeitou o artigo 60, parágrafo 5º, da Constituição Federal. De acordo com o dispositivo, “nenhuma proposta que tenha seu conteúdo rejeitado pode ser novamente apresentado em uma mesma sessão deliberativa”.
O ex-presidente do STF Joaquim Barbosa concorda com a tese de que a votação da madrugada desta quinta-feira (2) feriu a Constituição. Além disso, os parlamentares alegam que a proposta de redução da maioridade penal também fere cláusula pétrea constitucional.
“Nenhum poder absoluto é democrático. Nenhum poder absoluto pode se dar nesta Casa, que é a casa da soberania e da democracia”, disse o vice-líder da oposição na Câmara, deputado Raul Jungmann (PPS-PE), ao criticar o comportamento de Cunha. Segundo o parlamentar, o que ocorreu com a PEC da maioridade penal na Câmara “foi um processo ditatorial e absolutista, e isso não condiz com a República nem tampouco com a democracia”.
Jungmann afirmou que a vingança não pode servir de base para uma política pública. “Se isso acontecer, estaremos eliminando as leis, a Justiça, o Estado, ou seja, estaremos de volta a uma situação de barbárie”, alertou. Com a deliberação desta madrugada, avaliou o pernambucano, é nessa direção que o Parlamento caminha.
Ainda segundo o vice-líder da oposição, os partidos que não concordam com a PEC da redução da maioridade estão dispostos a negociar propostas como a do senador José Serra (PSDB-SP) e a do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), que ampliam o período do tempo de internação de menores infratores.
Fonte: Congresso em Foco
Durante a solenidade em comemoração pelo Dia Nacional do Bombeiro, nesta quinta-feira (2), o governador Renan Filho confirmou o compromisso do estado com a valorização dos militares. Na ocasião, durante a entrega de equipamentos para a corporação, Renan Filho ratificou a proposta de reajuste de 5% para a Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros, além do cumprimento da revisão acordada em fevereiro. O evento foi realizado na Praça Multieventos, na Pajuçara.

Sobre as negociações com a categoria, o governador apontou que o caminho tem sido o da transparência, “da conversa honesta e direta”, nas palavras dele.


“Fizemos uma proposta que atende a duas premissas básicas para nós: cumprir integralmente o acordo salarial que foi dado pela gestão anterior, mas que a efetividade financeira se dará nesse governo; e incluir os militares anualmente no aumento geral dos servidores”, declarou Renan Filho. 


A proposta do governo, que será discutida pela categoria nesta sexta (3), é que o reajuste para a Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros se dê por meio de um calendário diferenciado em relação ao dos demais servidores.

“Com muito esforço, poderemos conceder aos militares, em dezembro, os 5% propostos de forma geral; o calendário do acordo fechado em fevereiro, com exclusividade, segue mantido”, explicou o governador.

O secretário da Segurança Pública, Alfredo Gaspar de Mendonça Neto, presente à solenidade, acredita que, com a proposta, a operação-padrão deflagrada, na última sexta (29), seja interrompida.


Modernização


Sobre os equipamentos entregues ao Corpo de Bombeiros, o comandante da corporação, coronel Adriano Amaral, explicou como será o procedimento de uso. “A entrega de hoje compreende três viaturas de busca e salvamento, que tem como diferencial a capacidade de 1.500 litros de água para o combate a incêndio. Será conduzida uma para Arapiraca e duas ficarão em Maceió. Temos quatro jet skis para a área aquática e duas torres de iluminação, que vão ajudar nas ocorrências noturnas”, revelou.



As atividades em comemoração ao Dia Nacional do Bombeiro seguem até domingo (5), quando acontece a Corrida do Fogo, no estacionamento do Shopping Pátio Maceió, no Benedito Bentes.  


Agência Alagoas
Concluir o Canal do Sertão é só o começo. O Governo de Alagoas já está buscando formas de utilizar a estrutura condutora de água como solução para as questões que afetam diariamente a população sertaneja, principalmente os produtores agrícolas. 

Além disso, esses desafios têm que ser pensados a partir das novas condições de sustentabilidade do planeta, que demanda o uso de energias limpas, como a solar e a eólica, e o uso mais racional da água.

Numa convergência de esforços, a Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti) e a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Alagoas (Fapeal), promoveram nesta quinta-feira, 2, uma reunião entre pesquisadores do Instituto de Computação Universidade Federal de Alagoas e gestores públicos.

“O foco desta reunião não é mais pesquisa, é um produto. A Secti está reunindo interesses comuns e soluções potenciais para as nossas necessidades emergentes”, indicou Pablo Viana, gestor da pasta de Ciência,T&I, para introduzir o kit de irrigação automático e autossustentável que foi apresentado aos  secretários de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Alexandre Ayres;  do Trabalho e Emprego, Rafael Brito; e para o diretor-presidente do Instituto do Meio Ambiente (IMA), Gustavo Lopes.

Eles tiveram a oportunidade de conhecer o protótipo de uma estação energética de baixo custo, integrada por um painel solar e uma torre eólica, para rodar um sistema de irrigação capaz de economizar água e energia e fornecer dados para o melhor aproveitamento possível das poucas áreas cultiváveis do semiárido alagoano.

Na concepção, os pesquisadores levaram em conta o gasto energético para irrigar um hectare e suprir as necessidades de uma casa de família típica da zona rural de Alagoas. Além disso, o sistema é autossustentável e conta com um software capaz de coletar dados e otimizar o uso da água a partir de informações do próprio local sobre seu solo, os vegetais que serão plantados e a meteorologia.

O produto foi desenvolvido a partir de uma pesquisa feita com recursos disponibilizados pela Fapeal, através de chamada pública que selecionou três projetos focados no Canal do Sertão.

Fábio Guedes, diretor-presidente da Fapeal, acredita que está havendo um esforço perceptível de integração entre a academia, o governo e o setor produtivo para aliar a produção de conhecimento às vocações de Alagoas para a inovação tecnológica: “Energias limpas são uma grande perspectiva”, analisa.

Respostas para o dia a dia
O protótipo foi bem recebido, levando em conta questões práticas de infraestrutura e gestão necessárias para prover acesso de fato às populações que se encontram em posição de serem beneficiadas pela água do Canal.

“A Semarh tem um grande necessidade de sistemas digitais capazes de medir automaticamente a quantidade de água licenciada para cada produtor”, comentou Alexandre Ayres, da Semarh.

Já Rafael Brito (Trabalho e Emprego), observou que a introdução de inovações tecnológicas gera novos empregos nos setores de manutenção e serviço, porém, o impacto é ainda maior quando se utiliza a irrigação para o cultivo de frutas e leguminosas.

Na perspectiva da governança, porém, continuam os desafios relativos a custos e financiamentos, para tornar a tecnologia acessível a um número significativo de produtores, além da necessidade de mudar uma cultura arraigada de práticas não-sustentáveis.

A boa notícia é que a inovação tecnológica voltada à sustentabilidade também já está despontando como alternativa de viabilidade econômica.

De acordo com os desenvolvedores do protótipo presentes na reunião, os professores da Ufal Davi Brito e Márcio Ribeiro, o uso de energias alternativas gera 2,5 vezes empregos a mais do que o uso de combustíveis fósseis, e há um aumento de 50% por cento na eficiência de produção energética quando se utiliza duas fontes renováveis, no caso, a solar e a eólica. 

Agência Alagoas

O Núcleo de Estatística e Análise Criminal da Secretaria da Defesa Social registrou, no sexto mês seguido, uma redução nos índices de violência em Alagoas. O estado acumula um percentual de queda de 22,9%; a capital registra 30,2%; e Arapiraca reduziu em 18% os crimes violentos letais intencionais no primeiro semestre. Segundo a pasta da Defesa Social, a redução ultrapassa a meta planejada até dezembro de 2015 - percentual de 12%.

De janeiro a junho do ano passado, os dados revelam 1.194 Crimes Violentos Letais Intencionais contra 921, em 2015; e na mesma sequência, 1.127 homicídios em 2014 foram computados, contra 839 este ano. Em Maceió, a taxa de redução de Crimes Violentos Letais Intencionais declina de 420 para 293, e o número de homicídios cai de 388 para 271. 

O Estado de Alagoas vem numa escala positiva com índices disponibilizados por meio dos gráficos do Núcleo de Estatística e Análise Criminal da Secretaria da Defesa Social. As comparações com o primeiro semestre de 2014, mês a mês, apresenta uma sequência com os seguintes números: janeiro, 25%; fevereiro mostra queda de 17%; março diminuiu 27,5%; em abril deste ano, Alagoas reduziu 37,1%; maio, 35,3%; e junho, 16%.

Para confirmar os avanços de Alagoas, em relação a outros estados no Nordeste, comparando com Pernambuco e Rio Grande do Norte, por exemplo, o desempenho, traduzindo os números, é satisfatório.
  
A Defesa Social salienta que o estado está bem à frente aos vizinhos quando o assunto é redução na violência, quase dobrando a meta do ano, já ultrapassada em 10%. No primeiro mês de 2015, Pernambuco aumentou em 26,29% o número de Crimes Violentos Letais Intencionais, em relação ao ano passado; e Alagoas diminuiu 25%.

Em abril, o aumento no Estado de Pernambuco foi de 9,1% e Alagoas reduziu 37,1% o número de Crimes Violentos Letais Intencionais. O acumulado dos primeiros cinco meses do ano deixou o estado vizinho com um aumento de 11,7% nos homicídios em relação ao mesmo período do ano passado.

Outros números, que colocam Alagoas à frente no combate à violência, vêm do Rio Grande do Norte que aponta uma redução de 14,63% nos seis primeiros meses de 2015, enquanto na Terra dos Marechais foi identificado um decréscimo de 22,9%. A capital potiguar reduziu em 19,46% o percentual de Crimes Violentos Letais Intencionais enquanto que em Maceió o acumulado trouxe uma redução de 30,2%.

Nos primeiros seis meses de 2015, o Ceará apresenta redução de 13,3% e Fortaleza 22,,2%  comparando com o mesmo período do ano passado. Neste caso, Maceió se sobressai com o índice redutivo de 30,2% e Alagoas com decréscimo de 22,9%. Em outras áreas do Ceará, houve aumento no número de CVLI como a região Sul que subiu 6,2%.

“Estes números só revelam que Alagoas saiu do canto, avançou e não foi o secretário quem conquistou essa vitória foi a tropa na rua unida e com vontade de trabalhar pela sociedade alagoana. Devemos tudo ao esforço conjunto das forças policiais, contamos com o compromisso da Polícia Militar, da Civil, do Corpo de Bombeiros, da Perícia Oficial, apoio da Ressocialização e damos um basta na ousadia de criminosos que pensavam que nunca iriam ter resposta. Vale para nós a tranquilidade das famílias alagoanas de bem, repito. Mas, tudo isso não seria possível, não teríamos ganho sem a compreensão e o suporte do governador Renan Filho” , declara o secretário Alfredo Gaspar de Mendonça Neto.

Agência Alagoas

O CMDCA – Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Delmiro Gouveia aprovou em reunião extraordinária realizada na última segunda (29), proposta que reajusta o salário do Conselheiro Tutelar para três salários mínimos. A reunião aconteceu na CASA DOS CONSELHOS localizada à rua C, nº 46, Bairro Eldorado.

O presidente do CMDCA Luiz Ferreira falou sobre a proposta.

“Um conselheiro hoje ganha em média um salário e meio. O reajuste que estamos propondo tem como objetivo valorizar o trabalho do conselheiro que é de grande importância para a sociedade. Nossa expectativa é que, o governo municipal de os encaminhamentos necessários para que essa proposta seja implantada.”


O CMDCA é composto por representantes da sociedade civil organizada e representantes do governo municipal. A proposta segue agora para a secretaria de desenvolvimento social que irá tomar as medidas necessárias junto ao poder público municipal.


Um grave acidente foi registrado, ontem quinta-feira (02), em trecho da BR-101, em Rio Largo, município da região metropolitana de Maceió. A colisão no km 87, envolvendo dois carros de passeio, deixou um morto e dois feridos. As causas do acidente ainda são desconhecidas.

Devido à colisão, os dois sentidos da rodovia foram interditados por equipe da Polícia Rodoviária Federal (PRF), acionada à ocorrência. Devido à gravidade do acidente, o helicóptero do Serviço de Atendimento Móvel e Urgência (Samu) se dirigiu ao local para socorrer as vítimas. 

O corpo da vítima fatal, ainda não identificada, foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Maceió, enquanto os feridos - também não identificados - foram levados para o Hospital Geral do Estado (HGE). 

A reportagem entrou em contato com o IML, e um funcionário informou que a família da vítima ainda não esteve no local para a identificação do corpo.

Já segundo a PRF, a pista foi liberada, nos dois sentidos, apenas 10 minutos após a colisão, com o fluxo de veículos sendo retomado em seguida.


























A Liquigás Distribuidora, empresa da Petrobras, anunciou concurso público que visa o preenchimento de mais de 4 mil vagas por todo o País – sendo 145 imediatas e as demais em cadastro de reserva. Alagoas está entre os estados que abrirão novos postos e terá 21 vagas para o cargo de “Profissional de Vendas – Júnior”, que exige formação em nível superior.
Para concorrer à função, os candidatos devem ser graduados em Administração, Ciências Contábeis, Economia ou Marketing, por instituição reconhecida pelo Ministério da Educação. No estado, há uma vaga em ampla concorrência e 20 vagas em cadastro de reserva – sendo 14 em ampla concorrência, 4 para pessoas pretas ou pardas e 2 para pessoas com deficiência.
As inscrições para o concurso serão abertas no dia 15 de julho e podem ser feitas pelo site da Fundação Cesgranrio até o dia 10 de agosto, mediante o pagamento de taxas que variam entre R$ 35 e R$ 65.  Os salários variam entre R$ 1.083,83 a R$ 4.656,67, dependendo do cargo. A remuneração para “Profissional de Vendas – Júnior” é de R$ 2.939,71, além de comissão.
Além do salário, os aprovados terão direito a vale gás, vale refeição ou refeitório no local, vale alimentação, assistência médica, vale transporte, convênio farmácia, convênio odontológico, auxílio a filho excepcional, auxílio funeral, seguro de vida em grupo, auxílio-creche (somente para empregada ou excepcionalmente para o empregado, quando possuir a guarda definitiva), adicional por tempo de serviço e plano de previdência Liquigás.
gazetaweb.com
A Câmara Municipal de Delmiro Gouveia aprovou por unanimidade, o Plano Municipal de Educação, e caso seja sancionado sem vetos pelo prefeito Lula Cabeleira, tornará uma lei que dará condições de continuidade nas políticas educacionais municipais.

Uma das novidades inseridas no PME foi à aprovação da Gestão Democrática nas Escolas, uma das maiores reivindicações dos profissionais da educação na luta pela garantia da autonomia da unidade escolar, não será mais o prefeito que indicará os diretores e vices, a escolha será através do voto, com a participação efetiva dos vários segmentos da comunidade escolar, pais, professores, estudantes e funcionários.

Como instrumento de operação do Sistema Municipal de Ensino, o PME estabelece as políticas, diretrizes e define os objetivos e metas educacionais do município para um período decenal.

Por radar89.com.br

O presidente da câmara Valdo Sandes falou sobre as declarações do prefeito Lula Cabeleira, dadas ao radialista França Moura.

Valdo destacou que é natural que o prefeito apresente um candidato. E que já deixou claro que não quer o apoio do prefeito, no entanto acredita que as declarações do prefeito demonstram falta de conhecimento da realidade do município.

“ O prefeito afirma que não deixará o povo de Delmiro a Deus dará. Ora Delmiro já está a Deus dará. Os professores da rede municipal já estão a quase 15 dias em greve, as obras no município de Delmiro Gouveia estão atrasadas, são várias as reclamações de falta de medicamento, o prefeito não realizou os festejos de carnaval, são João e o pior, não apoiou nem os arraias nas escolas, ruas sem sinalização, então, essa afirmação do prefeito revela que ele não conhece a realidade do município, talvez por que não vem na prefeitura. ”

Valdo Sandes também comentou a afirmação dada pelo prefeito de que; “Na hora certa dirá o que é melhor para Delmiro”

“ Ora, primeiro que ele tem que fazer o melhor para o povo de Delmiro, segundo quem sabe o que é melhor para o povo de Delmiro é o povo. É ouvido a comunidade, construindo um projeto com a participação da sociedade que teremos o melhor para Delmiro.
O prefeito também demostra que a escolha do candidato é uma escolha pessoal dele. Uma candidatura tem que ser construída ouvindo a sociedade e os partidos políticos, as convenções que irão decidir que é o candidato.”

Valdo também comentou a afirmação do prefeito de que não indicará ninguém da câmara.

“Quanto a mim como vereador, já tenho deixado claro que não quero o apoio dele, quando passei cinco meses na prefeitura mostrei para ele que o meu jeito de administrar não é o jeito que ele quer. Eu defendo uma administração feita ouvindo os diversos setores da sociedade, uma administração que valorize o social, uma administração que esteja presente no dia a dia do município.
No entanto, quando o prefeito afirma que não vai indicar ninguém da câmara ele demonstra que não valoriza aqueles que sempre marcharam com ele, temos bons nomes na câmara, mas o prefeito só precisa da câmara quando é para elege-lo. ”

O presidente da câmara que foi o coordenador da campanha de Renan Filho na região falou sobre o apoio do Governador.
“ Estou construindo um projeto ouvindo a sociedade, não estou colocando meu nome à disposição esperando o apoio do governador, minha candidatura não depende do apoio do governador, do qual sou amigo. No entanto, Lula não pode falar pelo governador, quem tem que dizer quem é o candidato dele ou quem ele vai apoiar é o governador Renan Filho.Que já deixou claro que no momento certo irá se pronunciar”

Por Ferreira Delmiro 
vereador: André de Noé
Por Ferreira Delmiro

O último sábado foi marcado no distrito alto dos Coelhos pelo lançamento da pré-candidatura de André de Noé, para prefeito de Água Branca. Diferente da Lurdinha do sindicato que afirmou não querer o apoio de Zé de Dorinha, André de Noé está aberto ao diálogo e espera ser o candidato do governo.

André de Noé conhecido como o vaqueiro, está no seu segundo mandato residente do Distrito alto dos Coelhos é uma figura simples, gente do povo, de família pobre, agricultor, homem do campo. Está no seu segundo mandato de vereador por Água Branca e é uma das maiores lideranças da conhecida região de baixo do município, formada pelos povoados Altos dos Coelhos, Tingui Lagoa das Pedras, Cal, Barro preto, Moreira de baixo, Moreira de cima, Conceição Tabuleiro, Mercador e Boqueirão.

André de Noé pode não ser o que muitos no governo esperavam, mas, é quem mais se aproxima do perfil desejado por Zé Dorinha.

Vale lembrar que quem decide a eleição em Água Branca é a zona rural, que corresponde a mais de 70% da população do município.  Um candidato com forte perfil urbano e distante da população do campo tem poucas chances de vencer lá. Esse é um dos pontos fortes do vereador André.

O lançamento da pré-candidatura de André e a expectativa de que receba o apoio do governo municipal e do ex-prefeito, surpreende não apenas pessoas do governo, mas também a oposição. É o tipo de candidatura que faz uma oposição política rever futuras estratégias e planejamento. André inclusive tem o respeito de toda a oposição, que o considera um homem sério e de bem.

André implodiu praticamente qualquer outra pretensão de candidatura do lado de Zé de Dorinha para o executivo. Existem outros nomes sim como possibilidade, mas sem o mesmo perfil de André.

Agora só depende de Zé de Dorinha e da Prefeita Albani. Eles vão apoiar?

Bom, se o governo municipal rever alguns conceitos em sua administração e decidir apoiar a candidatura de André de Noé, não tenha dúvida que ele estará com um pé no executivo municipal.
Maria Barreiros

Alagoas entrará para o destino de grandes eventos esportivos a partir do próximo mês de agosto. O que vai significar geração de receita, renda, incremento de hotelaria, consumo em restaurantes, comércio de artesanatos, procura por serviços em geral e trará impacto positivo para a economia local. Trata-se do “Challenge Maceió”, evento que tem como principal atrativo o Triathlon.

O “Challenge” acontece em 22 países, com 45 provas e cada uma delas tem cerca de mil participantes. É considerado o maior evento da Europa, do gênero. O público-alvo são atletas entre 30 e 39 anos. A etapa Maceió é a segunda promoção do evento no Brasil e na América Latina, e teve inscrição recorde de 1.200 inscritos em menos de um mês, sem divulgação na mídia. A primeira etapa no país foi realizada em Florianópolis, em 2014.

Os representantes da marca “Challenge” em Alagoas e no Brasil apresentaram toda a estrutura do evento ao governador Renan Filho, nesta quarta-feira (1), acompanhados da secretária de Esporte, Lazer e Juventude, Cláudia Petuba. O chefe do Executivo ficou entusiasmado e garantiu apoio.

“O evento desta magnitude, sintetiza muito das nossas emoções. Faz com que nos aproximemos das necessidades físicas do nosso corpo, das relações de amizade. E para o Estado é uma promoção do turismo e prática esportiva, é um grande orgulho receber esse evento”.

Os organizadores adiantaram que a previsão é permanecer com o “Challenge Maceió” por pelo menos cinco anos, a partir de 2015. Renan Filho ressaltou que dar continuidade ao evento, nos anos seguintes, é essencial para consolidar a capital alagoana como um local turístico.

“Perenizar esse evento que envolve áreas prioritárias para o desenvolvimento da capital e do Estado, como o turismo e o desenvolvimento econômico, sem falar na inclusão da prática esportiva”, disse o governador.

Entenda o “Challenge Maceió”

Segundo o representante da “Challenge Maceió”, o economista Marcos Pradines, a atividade é mais do que uma prova, é um grande evento. “Abrimos com uma feira de materiais esportivos. Também faremos um congresso científico, com profissionais da área da saúde, como cardiologistas, fisioterapeutas, um atleta de elite do Triathlon, para apresentar as particularidades da prova,” explica.

Ainda faz parte do cronograma, as atividades de integração, como a prova Junior, para crianças de 8 a 16 anos, “woman”, exclusivo para mulheres, com 5 quilômetros de percurso e o “Sprint”, para quem está começando no mundo do Triathlon.

No dia 23 é a prova principal, a oficial do Challenge. Ela consta de 90 quilômetros de ciclismo, 2 quilômetros de natação e 21 de corrida. Todas as provas estarão concentradas no espaço multieventos.

“A arena estará montada lá. As provas têm início e fim nesse local. A natação sai da praia de Pajuçara. O ciclismo vai até o Francês e retorna. E a corrida será pela orla de Pajuçara e Ponta Verde, até a Avenida Jatiúca e volta,” diz Pradines.

O evento é considerado propício para a família, pois o atleta, seja ela de elite ou amador, traz a esposa e filhos. Dessa forma, eleva o consumo da hotelaria e a média do destino Maceió nessa época (agosto), de 47% para até 65%. O responsável pela “Challenge Brasil”, o empresário Carlos Fernando Menezes diz que o público que participa do triathlon é composto por pessoas que consomem produtos caros e são formadores de opinião.

“Eles são articulados, divulgam positivamente em suas redes sociais. Existe o profissional de elite, mas a grande maioria faz isso por qualidade de vida e “hobbie”. Eles são executivos, empresários, profissionais liberais. Com o poder aquisitivo maior. Pois ele requer gastos e despesas grandes. Levando em consideração que uma bicicleta custa de 50 a 70 mil reais, mais a manutenção”.

Apenas 107 inscritos são de Alagoas. Mais de mil são turistas de 13 países e do restante do Brasil. O que confirma o incremento do turismo durante o evento. A inscrição custa R$ 850,00 e quem for o primeiro colocado na prova principal vai ganhar 25 mil euros como prêmio.

Por que Maceió

O mar, a estrada, a cidade, uma rede hoteleira fortalecida, um local que tenha atrativos turísticos para todas as idades da família do atleta, foram os principais fatores da escolha da capital alagoana, segundo Menezes.

A intenção do “Challenge Brasil” é ter uma cidade sede no Sul, Sudeste e Nordeste. E Maceió foi a escolhida. Mais informações: http://challenge-maceio.com.br

Agência Alagoas